Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Waze quer serviço de carona no Brasil, mas diz que não será novo Uber

Ideia é que o motorista que use Waze tenha a opção de dar caronas para outro usuário do aplicativo que vá para uma região próxima ao seu destino

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
22/03/2017 às 21H01
Waze para municipalidades será implantado em Florianópolis - Divulgação/ND
Anúncio foi feito durante evento do Google, dona do aplicativo - Divulgação/ND


FABRÍCIO LOBEL

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O popular aplicativo de navegação Waze anunciou nesta quarta-feira (22) que pretende implantar no Brasil ainda em 2017 o serviço de caronas entre seus usuários. O anúncio foi feito durante evento do Google, dona do aplicativo, em São Paulo. Chamado de Waze Car Pool, o sistema promete ser diferente do Uber.

>> Prefeitura de Florianópolis assina convênio com Waze para auxiliar na gestão do trânsito

"Usuários do Waze farão algum dinheiro para cobrir custos, mas não o suficiente para serem profissionais. [O serviço] não será como táxi ou Uber. É para pessoas comuns que já se locomovem na mesma direção na cidade", disse a diretor global do Waze, Di-Ann Eisnor.

A ideia é que o motorista que use Waze tenha a opção de dar caronas para outro usuário do aplicativo que vá para uma região próxima ao seu destino. Aquele que pega a carona ajudará com os custos da viagem. O aplicativo se encarrega de conectar os dois usuários e fazer o pagamento.

O Waze diz que o serviço pode ajudar a diminuir o número de carros que trafegam pelas cidades, já que muitas vezes motoristas conduzem seus carros sozinhos por trajetos semelhantes.

A executiva chegou a dizer que se 50% dos carros em São Paulo deixassem de circular (uma redução extrema para dias de tráfego comum), viagens que duraram uma hora podem ser reduzidas em 10 minutos, e a velocidade média do deslocamento pode aumentar 25%.

Segundo Di-Ann, o problema de serviços deste tipo é que "nunca houve uma comunidade grande de motoristas e uma tecnologia fácil para conectar as pessoas".

O serviço, no entanto, não tem data certa para chegar ao Brasil. Mas a empresa trabalha para trazê-lo à São Paulo, cidade que reúne o maior número de usuários do aplicativo no mundo. O Waze Carpool funciona de maneira experimental em Israel e em algumas áreas de São Francisco, nos EUA. No modelo atual, o motorista pode aceitar apenas duas corridas por dia e o pagamento do caronista é feito automaticamente pelo aplicativo.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade