Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Vídeo: Ataque a base da PM em São José é flagrado por câmera de comércio

Pelo menos dez ocorrências de tiros contra unidades ou agentes de segurança foram contabilizados no fim de semana

Schirlei Alves
Florianópolis
06/08/2018 às 20H39

As câmeras de monitoramento de um estabelecimento comercial flagaram o momento em que um homem faz vários disparos contra a base da Polícia Militar no bairro Colônia Santana, em São José. Segundo um agente prisional que disponibilizou as imagens ao Notícias do Dia, o vídeo seria do ataque que ocorreu na madrugada do último domingo (5).

Homem faz disparos contra base da PM e foge a pé - Reprodução / Divulgação
Homem faz disparos contra base da PM e foge a pé - Reprodução / Divulgação

O comandante do 7º BPM, tenente-coronel Eduardo Gonçalves da Silva, não confirma que as imagens são deste fim de semana. Ele afirmou que viu o vídeo, mas disse que não sabia informar se as imagens são do último ataque ou de outra ocorrência anterior. Silva também não soube precisar quantos disparos foram efetuados no ataque do último fim de semana porque a base está desativada e não há mais motimentação de policiais no local. "Finalizou um júri no sábado à noite, cujo réu condenado havia sido preso pelo  7º BPM. Pouco tempo depois, aconteceu esse fato", avaliou o comandante. 

>> Polícia investiga se ordem dos ataques partem da Penitenciária de São Pedro de Alcântara

No vídeo, gravado no início da madrugada (02h02), dois homens passam na frente da unidade a pé. Pouco mais de um minuto depois, a dupla retorna. Um deles sai correndo enquanto o outro faz vários disparos contra a base da PM. Em seguida, o atirador que está encapuzado, também foge. Confira o vídeo abaixo:

Pelo menos dez ataques a unidades de segurança pública foram registrados no fim de semana. Entre os alvos estão o Centro Administrativo do Governo do Estado, na Capital, três casas de policiais na Grande Florianópolis e tiros disparados contra viaturas. A suspeita é de que a onda teria iniciado após a morte de Walace Índio Farias, de 18 anos, durante intervenção policial em Tijucas, na noite de sexta-feira (3). As forças de segurança afirmam que há estado de alerta em decorrência dos episódios do fim de semana. 

O mesmo não se confirmou quando três unidades prisionais (Blumenau, São Pedro de Alcântara e Florianópolis) foram alvos de disparsos no fim de semana anterior. Na ocasião, a Secretaria de Justiça e Cidadania divulgou uma nota confirmando as ocorrências, mas o Estado não chegou a confirmar alerta após os ataques criminosos.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade