Publicidade
Sábado, 15 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 32º C
  • 23º C

Veja na íntegra como foi o desfile das escolas de samba em Florianópolis

A escola vencedora foi a Embaixada Copa Lord, seguido por Os Protegidos da Princesa e Dascuia

Redação ND
Florianópolis
14/02/2018 às 16H35

Depois de muita festa, folia e grandes desfiles, o Carnaval 2018 chegou ao fim em Florianópolis. A escola vencedora foi a Embaixada Copa Lord, seguido por Os Protegidos da Princesa e Dascuia. Os desfiles ocorreram no último sábado (10) e movimentaram a passarela de samba Nego Quirido.

Quem abriu o desfile foi a Dascuia, com o samba "Nas memórias de um Griot, surge sua Majestade - O samba e o reino da pequena África". O fator negativo foi o acidente com o diretor de fantasia Valmir Silva durante o desfile. Ele estava como destaque do segundo carro alegórico e caiu de uma altura aproximada de cinco metros. 

A Nação Guarani de Palhoça mostrou força e, mesmo com apenas um terço de verba do que as demais escolas (R$ 100 mil), deu um show na passarela. A rainha de bateria Laura Vieira Amorim, 10 anos, encantou e ganhou o público que compareceu a Nego Quirido.

A escola Unidos da Coloninha relembrou as descobertas do mundo técnológico e o potencial da Capital com o samba enredo “Tecnópolis, o passaporte de Floripa para o futuro”. A agremiação entrou na avenida com 20 minutos de atraso e terminou o desfile com 72 minutos de passarela, passando dois minutos do tempo estabelecido.

A vencedora Embaixada Copa Lord contou a história do manjericão, uma planta de múltiplos usos, que une diferentes culturas, mas que é relacionada, principalmente, à fé. 

Já a escola Os Protegidos da Princesa veio com o samba-enredo “Das terras kaingangs às terras do futuro!”, homenageando o Oeste catarinense. Na avenida, relembrou os primeiros habitantes da região, o potencial agropecuário e a força no futebol com a Chapecoense.

A escola de samba Consulado foi a última a desfilar, homenageando o maranhense Joãosinho Trinta, que fez trajetória no Carnaval do Rio de Janeiro. O enredo “Os Sete Reinados do Rei João” exaltou sete enredos históricos levados pelo carnavalesco à Sapucaí ao longo de sua trajetória.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade