Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Um quarto dos usuários do Facebook deletou o aplicativo nos Estados Unidos

Pesquisa da Pew Research Center mostra que 54% alteraram funções de privacidade na rede social

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
07/09/2018 às 20H12

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cerca de um quarto dos usuários do Facebook nos Estados Unidos deletou o aplicativo do smartphone no último ano, mostra uma pesquisa da Pew Research Center divulgada esta semana. Além disso, mais da metade (54%) dos usuários com 18 anos ou mais afirmaram ter ajustado as configurações de privacidade nos últimos 12 meses.

Facebook -  Marcello Casal Jr./Agência Brasil/Divulgação/ND
Facebook - Marcello Casal Jr./Agência Brasil/Divulgação/ND


Quatro de 10 usuários disseram que pararam de checar a rede social por diversas semanas; e 74% dos entrevistados responderam que tomaram uma dessas ações no último ano. 

A pesquisa foi realizada entre o dia 29 de maio e 11 de junho, poucos meses após o escândalo com a consultoria Cambridge Analytica, que obteve dados de 87 milhões de usuários sem consentimento, por meio de um aplicativo que coletou dados de forma irregular.

O Facebook modificou sua política de dados e tornou as configurações de privacidade mais acessíveis aos usuários. Apesar disso, ainda sofre críticas por banir publicações políticas de conservadores nos Estados Unidos.

De acordo com o Pew Research Center, a grande maioria dos republicanos acredita que, de modo geral, as redes sociais censuram discursos do seu espectro político. Não há muita diferença, entretanto, entre republicanos e democratas. A relação com o Facebook esfriou em ambos os lados. 

Entre as medidas que o Facebook adotou pós-Cambridge Analytica está a possibilidade de fazer o download de dados pessoais da plataforma. A pesquisa identificou que apenas 9% das pessoas utilizaram esse recurso. Desse grupo, 47% deletaram o aplicativo e 79% ajustaram funções de privacidade.

O grupo etário mais insatisfeito com a plataforma é jovem: 44% de americanos usuários (de 18 a 29 anos) excluíram o aplicativo do celular. Esse índice cai para 12% em pessoas com 65 ou mais.

Apesar dos números, o número de usuários ativos no país permanece estável em 185 milhões. Isso significa que as pessoas acessam a rede no computador ou no navegador do celular. No mundo, a rede social tem mais de 2,2 bilhões de usuários.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade