Publicidade
Sábado, 18 de Novembro de 2017
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 21º C

UFSC abre as inscrições para o vestibular 2016. Conheça as carreiras mais concorridas

Inscrições do vestibular da UFSC iniciam nesta terça-feira (15) e prossegue até o dia 14 de outubro

Elaine Stepanski
Florianópolis

Essa semana será dada a largada para os estudantes interessados em concorrer às 4.564 vagas do vestibular da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) em 2016. As inscrições começam nesta terça-feira (15) e encerram no dia 14 de outubro. As provas ocorrerão nos dias 12, 13 e 14 de dezembro. Os estudantes que se preparam para entrar na universidade federal precisam ficar de olho na disputa das vagas: nos últimos cinco anos o curso de medicina é o mais concorrido. No ano passado, foram 118,12 candidatos por vaga. Arquitetura e urbanismo ocupou a segunda posição com 33,93 candidatos para cada vaga, segundo por engenharia química, (27,96), engenharia civil, (26,75) e direito (25,47).  

Alexandro Albornhoz/Arquivo/ND

 

Para ajudar quem ainda está definindo a profissão que quer seguir, o ND Online traz, durante essa semana, uma conversa com cinco pessoas formadas nas áreas citadas acima. Para começar, a entrevista com um advogado, que fala mais sobre o cotidiano da profissão.

Durante a semana, os candidatos poderão conhecer a vocação, o mercado de trabalho e também a média salarial de quem se forma em cada uma das áreas. Medicina, por exemplo, é a profissão com o maior índice de ocupação no mercado de trabalho, de acordo com a última pesquisa do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), de 2013. Em nível nacional, quem é formado na área tem 97,07% de ocupação. O curso também lidera o ranking com a melhor média salarial com R$ 8.459,45. Os cursos das exatas não ficam para trás. Em engenharia civil o índice de ocupação chega a 95,72% e o salário fica na 5ª posição com um valor estimado de R$ 5768,19.

 

Como escolher a profissão certa

 

 

Flávio Tin/ND
Gabriel Lopes dá dicas para os alunos escolherem a profissão certa

 

Definir a profissão nem sempre é das tarefas mais fáceis. Para alguns, o curso a ser escolhido está mais claro, mas para outros este é um assunto cheio de dúvidas e incertezas. Mas, independente dos fatores que norteiam essa escolha, uma coisa é certa: o retorno financeiro é um dos itens pensado por quase todos os estudantes.

De acordo com o orientador profissional do Curso e Colégio Energia, Gabriel Lopes, apesar dos estudantes pensarem no lado financeiro, muitos ainda não sabem ao certo o quanto precisam para sobreviver. “Os estudantes quando escolhem a profissão ainda têm uma dependência financeira dos pais, então não está tão claro para eles o quanto eles precisariam para sobreviver, para ter um nível de conforto. O lado financeiro é um critério, mas eles veem como um problema. Eu quero fazer algo, mas não sei como a minha família vai reagir se eu escolher algo que não dê tanto retorno financeiro. Não existe um curso necessariamente vai te deixar rico ou um curso que não te dará condições de sobreviver”, explica.

Para Lopes, o que deve ser levado como prioridade na escolha do curso são as preferências. “ É importante que o aluno se conheça. O autoconhecimento é essencial, saber o que gosta, as habilidades que tem e quer desenvolver. A partir dai, é preciso buscar informações sobre o curso e se preparar para tomar a decisão”.

E, para obter a tão sonhada aprovação, não basta apenas estudar. É preciso estar preparado. “Geralmente tem uma lógica que o vestibulando precisa estudar muito não pode parar. Não é bem verdade. No fundo o que a prova vai exigir do aluno é que ele esteja apto a passar e a aptidão não é só de conhecimento. Tem muito aluno com muito conhecimento, que faz simulado e fica em primeiro, mas não passa no vestibular. Aí quando ele nos procura vemos que é uma questão de saúde que está comprometendo um melhor resultado”, observa. Por isso, quem está se preparando para o vestibular precisa cuidar da saúde: dormir bem, praticar atividades físicas e ter uma alimentação adequada.

 

Vestibular UFSC 2016

Inscrições: De 15 de setembro a 14 de outubro de 2015

Prova: 12, 13 e 14 de dezembro

Quanto? R$ 105

Como se inscrever: Pelo site  www.vestibular2016.ufsc.br

 

Candidatos/vaga no vestibular 2015

1)    Medicina – 118.12

2)    Arquitetura e Urbanismo 33.93

3)    Engenharia Química- 27.96

4)    Engenharia civil diurno – 26.75

5)    Direito noturno - 25.47

 

Profissões com maior índice de ocupação/ Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) 2013

Medicina 97.07% Odontologia 96,22%  Engenharia Civil 95,72%Arquitetura e Urbanismo 94,69% Matemática 94,39% Engenharia Mecânica e Metalúrgica 94,36% Farmácia 94,30% Educação e Formação de Professores 94,13% Computação 93,92% Contabilidade e Atuária 93,87%

 

Ranking dos maiores salários

Medicina: R$ 8.459,45

Setor militar e de defesa: R$ 7.695,84

Serviços de transportes: R$ 6.052,56

Engenharia química: R$ 5.815,28

Engenharia civil: R$ 5.768,19

 

Salário médio das profissões mais concorridas no vestibular da UFSC e sua colocação no ranking dos salários

Medicina - R$ 8.459,45 – 1º

Arquitetura e urbanismo – R$ 4.744,30 - 11º

Engenharia química – R$ 5.815,28 - 4º

Engenharia civil- R$ 5.768,19 – 5º

Direito- R$ 4.675,19 – 12º

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade