Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Três anos após passagem de tornado, fenômeno ainda está na memória de moradores de Xanxerê

O desastre, que causou prejuízo de mais de R$ 100 milhões, deixou quatro mortos e mais de 2 mil desabrigados

Redação ND
Florianópolis
20/04/2018 às 20H27

Há 13 anos, o país inteiro acompanhou a destruição causada pela passagem de um tornado em Xanxerê. Foram poucos minutos, mas que causaram um prejuízo de mais de R$ 100 milhões. Além de dezenas de feridos, o tornado matou quatro pessoas. Esse dia triste na história do município foi registrado pelos próprios moradoras. Segundo a Defesa Civil na época, ao menos 2.000 pessoas ficaram desabrigadas, 180 foram desalojadas. Além disso, 245 foram completamente destruídas e 448 totalmente destelhadas.

Tornado causou danos de mais de R$ 100 milhões - Arcanjo/Divulgação/ND
Tornado causou danos de mais de R$ 100 milhões - Arcanjo/Divulgação/ND


Através de uma janela, um morador gravou um dos vídeos mais impressionantes da passagem do tornado por Xanxerê. Pelas cenas, que mostram o momento em que o tornado atinge a empresa em que ele trabalha, os espetadores puderam ter ideia do que as pessoas que estavam em meio ao tornado estavam vivendo. Três anos depois, as imagens ainda passam pela cabeça de Ronaldo de Oliveira. “Toda vez que a gente olha, lembra, e principalmente quando o tempo se apronta para uma chuva ou tempestade, então sempre vem à mente aquela cena do dia 20 de abril, às 3h14 da tarde”, conta o diretor comercial.

De maneira geral, três anos depois, a cidade se recuperou bem. Novas casas foram construídas e a vida pôde seguir. Mas uma obra ainda é aguardada pelos xanxerenses: o ginásio de esportes do município ainda não foi concluído. O prazo da obra é 30 de maio, resultado do convênio com o Ministério da Integração Nacional. “Hoje nós estamos com o tempo limite estourando. Pretendemos, junto com a empresa, entregar no prazo previsto do final do contrato”, afirma Rivael Freschi, responsável pela secretaria de Obras de Xanxerê.

A antiga casa de shows Palace Clube ficou destruida - Cristiane Aline/Arquivo/ND
A antiga casa de shows Palace Clube ficou destruida na ocasião - Cristiane Aline/Arquivo/ND


Além do ginásio, que não está pronto, quem passa pela SC-480 ainda pode ter uma ideia da força do tornado. Um barracão continua destruído, como foi deixado pelo vento.

De acordo com o coordenador regional da Defesa Civil, Luciano Peri, a passagem do tornado resultou na implementação dos planos de contingência. “Os planos de contingência iniciaram os seus trabalhos a partir do mês de abril e têm até o final do ano para serem implementados”, garante. Ele explica que também foram feitos os mapeamentos de risco em todos os municípios da região Oeste, além do aperfeiçoamento da estrutura da Defesa Civil para auxiliar possíveis afetados por novos desastres. Ainda segundo Peri, os moradores precisam estar prontos para novos tornados, pois a região é propícia para a formação de tornados. 

Com informações da RICTV Record SC:

A prioridade foi a cobertura das casas para proteção da chuva - Cristiane Aline/Arquivo/ND
A prioridade foi a cobertura das casas para proteção da chuva - Cristiane Aline/Arquivo/ND


Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade