Publicidade
Terça-Feira, 21 de Agosto de 2018
Descrição do tempo
  • 16º C
  • 11º C

Traficante que preparava malas para exportar cocaína para a Europa é capturado em São José

No local, os agentes apreenderam anotações referentes ao preparo de mais 31 malas, além de carrinhos de bebês que também seriam utilizados para levar o entorpecente

Colombo de Souza
Florianópolis
13/06/2018 às 21H10

Policiais da Denarc/Deic (Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico, da Diretoria Estadual de Investigações Criminais) apreenderam nesta quarta-feira (13) 7 kg de cocaína pura e capturaram um homem que preparava o produto em malas de viagem para ser exportado por meio de empresas aéreas. Segundo a delegada Eliane Chaves, a investigação teve início há três meses.

Policiais apreenderam nesta quarta-feira (13) 7 kg de cocaína pura em São José - Polícia Civil/Divulgação/ND
Policiais apreenderam nesta quarta-feira (13) 7 kg de cocaína pura em São José - Polícia Civil/Divulgação/ND


Na manhã desta quarta, os agentes cumpriram mandado de busca e apreensão em um apartamento localizado no bairro Serraria, em São José, onde a droga apreendida era estocada e uma mala, que foi encontrada recheada de cocaína e pronta para ser despachada para a Europa. Segundo a polícia, a negociação é feita em euros.

“O apartamento era exclusivamente destinado para o tráfico. O suspeito tinha uma oficina completa com ferramentas sofisticadas. Ele desmontava as malas, retirando parafuso por parafuso, para depois remontá-la com o enxerto de cocaína”, contou a delegada. No imóvel, os agentes ainda encontraram carrinhos de bebê, um fato que levantou a suspeita de que Eron também estaria modificando estes equipamentos para o tráfico internacional.

De acordo com a delegada, havia anotações sobre a preparação de mais de 31 malas para o transporte do pó. Cada mala comporta dois quilos. Para tentar driblar a fiscalização em aeroportos, Eron revestia os pacotes de cocaína com papel carbono. Como os policiais também apreenderam alguns papelotes de LSD, a delegada Eliane acredita que o mula – pessoa encarregada de levar o entorpecente – retornava da Europa com drogas sintéticas.

Eron foi levado para a Deic, mas durante o interrogatório não se manifestou. Disse que somente vai falar em juízo. A polícia acredita que está diante de uma conexão internacional e estendeu as investigações para tentar localizar o fornecedor, os mulas e os demais integrantes do grupo.

Drogas também foram encontradas dentro de carrinho de bebê - Polícia Civil/Divulgação/ND
Drogas também foram encontradas dentro de carrinho de bebê - Polícia Civil/Divulgação/ND

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade