Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Torcedores da Chapecoense fazem vigília à espera da chegada dos corpos

Cortejo fúnebre levará os heróis até o estádio, onde todos participarão de um velório coletivo, marcado para começar ao meio-dia

Fábio Bispo
Chapecó
02/12/2016 às 23H46

Quando os 50 corpos dos jogadores, comissão técnica, dirigentes da Chapecoense e jornalistas chegarem ao aeroporto Serafin Enoss Bertaso, milhares já estarão nas ruas e nas arquibancadas da Arena Condá para o último adeus. As três aeronaves modelo Hércules que deixaram a Colômbia devem chegar à cidade na manhã deste sábado (3).

Torcedores em vigília na tarde dessa sexta-feira - Carlos Júnior/ND
Torcedores em vigília na tarde dessa sexta-feira - Carlos Júnior/ND


Um cortejo fúnebre levará os heróis até o estádio, onde todos participarão de um velório coletivo, marcado para começar ao meio-dia. A expectativa dos órgãos de segurança é de que até 100 mil pessoas acompanhem as últimas homenagens.

Como a Arena só tem capacidade para 20 mil pessoas, quatro telões serão instalados do lado de fora do estádio, para que o público possa acompanhar. Os corpos serão velados no gramado e receberão uma série de homenagens. A cerimônia será conduzida pelo locutor Cid Moreira.

Mesmo que a despedida só esteja marcada para sábado, durante toda a tarde desta sexta-feira (2), milhares de torcedores passaram pela Arena Condá. “A cidade girava em torno deles. E eles eram pessoas muito queridas por todos. É comum encontrar suas mulheres na padaria, no supermercado. Esse clima era bom para a cidade”, afirmou Luceli Betoni, 37, ao lado dos filhos João Victor, 10, e Lívia, 6. “Nós viemos para dar um adeus. Quero que eles fiquem com essa imagem boa daqui do estádio, que lembre das coisas boas do time. Quero preservar eles da cerimônia, viremos meu marido e eu”, contou.

Na entrada do estádio, o público criou um memorial, onde foram prestadas homenagens, acendidas velas e deixados recados. Nas arquibancadas, o público orou e cantou. Neste sábado, o acesso estará restrito às arquibancadas. No gramado, apenas familiares e convidados. Jornalistas terão um espaço reservado.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade