Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Termina nesta quinta-feira o prazo para requerer voto em trânsito

Eleitores devem procurar a Justiça Eleitoral e realizar o requerimento para o primeiro, para o segundo ou para os dois turnos das eleições

Redação ND
Florianópolis
21/08/2018 às 22H32

Os eleitores que pretendem participar das eleições deste ano, mas que estarão fora do seu domicílio eleitoral no dia do pleito, têm até esta quinta-feira (23) para procurar a Justiça Eleitoral e votar em trân­sito. O requerimento pode ser feito para o primeiro, para o segundo ou para os dois turnos das eleições. Essa modalidade de votação só pode ocorrer nas capitais e nos municípios com mais de 100 mil eleitores.

Mais de 144 milhões de eleitores estão aptos para votar - Fábio Pozzebom/Agência Brasil/Divulgação
Apenas os cidadãos que estiverem com situação regu­lar no cadastro eleitoral pode­rão votar em trânsito - Fábio Pozzebom/Agência Brasil/Divulgação


De acordo com a legisla­ção, para votar em trânsito o eleitor deverá comparecer em qualquer cartório eleitoral e solicitar sua habilitação. Basta apresentar um documento ofi­cial com foto e indicar o local em que pretende exercer seu direito de voto no dia da elei­ção. Apenas os cidadãos que estiverem com situação regu­lar no cadastro eleitoral pode­rão votar em trânsito.

Os cidadãos que estiverem fora da unidade da Federação de seu domicílio eleitoral pode­rão votar em trânsito apenas para o cargo de presidente da República. Já aqueles que esti­verem em trânsito dentro da sua unidade da Federação, po­rém em outro município que não seja o seu domicílio eleitoral, poderão votar para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

O voto em trânsito não é permitido em urnas instaladas em outros países. Entretanto, eleitores com título cadastrado no exterior, e que estiverem em trânsito no território brasileiro, poderão votar na eleição para presidente da República.

Caso o eleitor habilitado para votar em trânsito não compareça à seção, ele deverá justificar sua ausência, inclusive se estiver em seu domicílio elei­toral de origem no dia da elei­ção. A justificativa de ausência nos dias de votação não poderá ser feita no município por ele in­dicado para o exercício do voto.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade