Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Tentativa de invasão em Penitenciária de Joinville deixa unidades do Estado em alerta

Criminosos acessaram os fundos da unidade pela vegetação e acionaram explosivos na tentativa de abrir buraco na estrutura

Schirlei Alves
Florianópolis
13/08/2018 às 21H43
Coletiva sobre tentativa de invasão na Penitenciária de Joinville - Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville / Divulgação
Comandante da PM, coronel Araújo Gomes; secretário de Justiça e Cidadania, Leandro Lima; e diretor da Penitenciária Industrial de Joinville, João Renato Schütter em coletiva de imprensa - ADR / Joinville


Após nove criminosos armados e com explosivos tentarem invadir a Penitenciária Industrial de Joinville, na madrugada desta segunda-feira (13), a Secretaria de Justiça e Cidadania emitiu alerta a todas as unidades prisionais de Santa Catarina. Para o secretário Leandro Lima, o estado de alerta é constante, mas o episódio de Joinville "agrava a situação de maneira geral". 

"Causa preocupações maiores, mas todas (as unidades) foram notificadas do fato e não temos nenhuma situação de crise", considerou o secretário. 

Após 12 horas do fato, quando o secretário conversou com a reportagem do ND, não havia a confirmação de que a ação ousada dos criminosos teria o objetivo de resgatar presos na unidade. O secretário também não confirmou se o fato tem relação com outro incidente que ocorreu em março e acabou na queda de um helicóptero em Joinville. Na ocasião, cinco pessoas foram indiciadas pelo sequestro da aeronave que seria utilizada para libertar um preso.

Leandro Lima também não acredita que o episódio desta segunda-feira tenha relação com os ataques a unidades de segurança e casas de policiais que ocorreram na semana passada. A suspeita é de que seja um fato isolado. 

Criminosos acionaram explosivos

A tentativa de invasão ocorreu por volta de 5h nos fundos da Penitenciária Industrial. O bando acionou explosivos com o intuito de abrir um buraco no muro, mas os artefatos não chegaram a danificar de forma significativa a estrutura. Houve troca de tiros com agentes da muralha e um dos criminosos foi atingido por um de seus comparsas. 

O homem foi identificado como Luiz Marcelo Zuzarte, 31 anos. Ele havia saído do Presídio de Itajaí em indulto do Dia dos Pais. Zuzarte foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Os demais integrantes do grupo conseguiram fugir pelo matagal que cerca a unidade.

Agentes do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais) de Florianópolis foram acionados para desativar os explosivos que ficaram espalhados pelo chão. Além da Polícia Militar, equipes de inteligência do (Deap) Departamento de Administração Prisional e da Polícia Civil foram acionadas para investigar o caso. Um pente fino também foi realizado na Penitenciária Industrial. Inspeções também estão programadas para unidades prisionais em todo o Estado. Os presídios de Criciúma e Joaçaba são os próximos a receberem as equipes de inteligência. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade