Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Temporal derruba árvores e deixa moradores do Norte da Ilha, em Florianópolis, sem energia

Mais de 15 mil unidades consumidoras sem luz, por volta das 17h15, nos bairros Canasvieiras, Daniela, Jurerê, Jurerê Internacional, Praia do Forte, Vargem Grande e Barra da Lagoa

Redação ND
Florianópolis
04/04/2018 às 19H15

Os bairros do Norte da Ilha, em Florianópolis, foram atingidos por um forte temporal, que causou estragos e alagamentos, na tarde desta quarta-feira (4). Em Jurerê, algumas ruas ficaram alagadas e uma árvore de grande porte caiu sobre a rede elétrica e interrompeu o trânsito na rodovia Tertuliano Brito Xavier. Desde o fim da tarde, uma guarnição dos bombeiros de Canasvieiras já estava no local trabalhando na ocorrência. De acordo com a corporação, não houve feridos.

"A princípio, pelos dados do radar, não foi um tornado. Era realmente uma nuvem muito grande. Nuvens assim podem formar correntes descendentes, que causam microexplosões, cujos efeitos são parecidos com o de um tornado", explicou o meteorologista da Epagri/Ciram, Erikson de Oliveira. Segundo ele, ainda há previsão de chuva para a noite desta quarta-feira, porém com uma intensidade menor.

Árvore interrompeu o trânsito na rodovia Tertuliano Brito Xavier na tarde desta quarta - CBMSC/Divulgação/ND
Árvore interrompeu o trânsito na rodovia Tertuliano Brito Xavier na tarde desta quarta - CBMSC/Divulgação/ND


A Celesc informou que os fortes ventos e a chuva causaram danos na rede elétrica e deixaram mais de 15 mil unidades consumidoras sem luz, por volta das 17h15, nos bairros Canasvieiras, Daniela, Jurerê, Jurerê Internacional, Praia do Forte, Vargem Grande e Barra da Lagoa. “Nesse momento, a Celesc está com 15 equipes de emergência mobilizadas para restabelecer o sistema, o que deve transcorrer durante a noite e a madrugada”, comunicou a distribuidora.

Segundo a Celesc, às 18h25, 3.970 unidades consumidoras permanecem sem energia na Capital. Dos quatro alimentadores atingidos pela vegetação que caiu, dois já estão em funcionamento.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade