Publicidade
Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Startup de Palhoça abre financiamento coletivo para criar veículo inteligente e compartilhado

A meta é arrecadar R$ 68 mil para desenvolver o projeto

Redação ND
Florianópolis

Uma startup catarinense incubada no Inaitec, em Palhoça, desenvolveu um veículo urbano inteligente projetado para duas pessoas e que só pode ser utilizado de forma compartilhada. Porém, para que PodCycle possa se tornar realidade, a empresa lançou nesta quarta-feira (23), um financiamento coletivo no site catarse.  A meta inicial é de arrecadar R$ 68 mil. 

Divulgação/ND
Quem fizer as doações receberá recompensas que vão desde o nome gravado no chassi do carro até miniaturas em 3D

 

“O crowdfunding é uma ferramenta cada vez mais comum no Brasil, que ajudou a tornar realidade diversos projetos e que a cada dia nos aproxima mais da realidade norte americana, onde comumente são viabilizados projetos altamente tecnológicos, ousados e com grande potencial ou interesse da sociedade”, afirma Brener Martins, graduando em Física pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e um dos responsáveis pelo início do projeto, em 2012.

O objetivo da campanha é levantar recursos para a finalização da construção do veículo, que já está em andamento na Pedra Branca, e a realização de um tour com a primeira unidade construída pelas principais cidades brasileiras. Desta forma, os apoiadores poderão conhecer e, inclusive, dirigir o veículo. 

Para Rodrigo Magri, formado em Engenharia Mecânica pela UFSC e coautor do projeto, mais do que divulgar o PodCycle, a ação também servirá para pulverizar o conceito do uso compartilhado de automóveis. “O tour também funcionará como uma forma de divulgação do compartilhamento de veículos elétricos para o público geral, além de prospecção de oportunidades, contribuindo na busca por investidores, parceiros e conversando com representantes do poder público, demonstrando a todos a inteira viabilidade da adoção massiva de veículos elétricos no Brasil para auxiliar na resolução de problemas de mobilidade”, explica. 

Para apoiar a ideia, basta entrar no site e escolher um valor dentre as opções disponíveis. Cada cota, que varia de R$ 15 a R$ 900, tem uma recompensa - que vai desde a gravação a laser do nome do apoiador no chassi do automóvel a uma miniatura 3D do veículo, acompanhado de uma carta de agradecimento assinado a mão pelos membros da equipe responsável pelo projeto.  A campanha terá duração de 60 dias.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade