Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Sobe o número de acidentes e mortos nas rodovias federais de SC no Carnaval 2018

PRF divulgou balanço da operação deste ano, que registrou aumento no número de colisões fatais em relação ao feriadão do ano passado

Redação ND
Florianópolis
15/02/2018 às 10H52

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) registrou aumento no número de acidentes fatais nas rodovias federais de Santa Catarina no Carnaval deste ano. Foram 188 colisões, 189 feridos e 11 mortos, em balanço da Operação Carnaval 2018, divulgado pela corporação nesta quinta-feira (15).

Em 2017 foram 170 acidentes, 167 feridos e sete mortos. Em 2016, por sua vez, os números foram semelhantes aos deste ano, quando foram registrados 189 colisões, com 165 feridos e 11 mortos.

Acidentes ocorreram em diferentes pontos do Estado - PRF/Divulgação
Acidentes ocorreram em diferentes pontos do Estado - PRF/Divulgação


Durante a operação especial, que começou na sexta-feira (9) e terminou na quarta-feira (14), ocorreram mortes em diferentes pontos do Estado, como na BR-116 no Planalto Norte, BR-470 no Vale do Itajaí, BR-101 Sul e Grande Florianópolis, BR-158 no Oeste e BR-280 no Litoral Norte.

Segundo a PRF, chamou atenção o número de ocorrências envolvendo motociclistas, já que mais da metade das vítimas fatais – seis - transitavam nesse tipo de veículo.

Fiscalização

Nestes seis dias, a PRF extraiu 4.142 autos de infração por motivos diversos. Os radares fotográficos registraram, ainda, 5.902 imagens de veículos em excesso de velocidade.

Apesar da Lei Seca, que resulta em multa por embriaguez no valor de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por um ano, a PRF flagrou durante este Carnaval 180 motoristas dirigindo sob efeito de álcool.

Durante o feriadão ainda foram apreendidos pela corporação 12.500 mil maços de cigarros contrabandeados, em Joinville; oito veículos com registro de roubo foram recuperados, e 10 pessoas que tinham mandado de prisão expedido pela Justiça foram presas.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade