Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Sindicalista ferido em acampamento pró-Lula deixa a UTI

Jefferson Lima de Menezes, 38, foi atingido de raspão por um tiro no acampamento de apoiadores do ex-presidente, em Curitiba

Folha de São Paulo
Florianópolis
30/04/2018 às 19H16

JOÃO PEDRO PITOMBO

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - O sindicalista Jefferson Lima de Menezes, 38, que foi atingido de raspão por um tiro no acampamento de apoiadores do ex-presidente Lula em Curitiba, deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital do Trabalhador na tarde desta segunda-feira (30).

Boletim médico divulgado pela Secretaria de Saúde do Paraná informa que o sindicalista foi transferido para uma enfermaria do hospital. Ele está acordado e seu estado de saúde é considerado estável. Ainda não há previsão de alta médica.

Jefferson é uma das duas vítimas do ataque a tiros que aconteceu na madrugada de sábado (28) no acampamento que reúne militantes contrários a prisão do ex-presidente Lula em Curitiba. Ele é membro do sindicato dos motoboys do ABC Paulista e atuava na segurança do acampamento.

A outra vítima dos tiros foi a advogada gaúcha Márcia Koakoski, 42, que foi atingida por estilhaços no ombro, teve ferimentos leves e passa bem. Ela prestou depoimento à polícia na tarde de sábado.

A Polícia Civil do Paraná investiga a autoria e as motivações dos disparos. Imagens de câmeras de segurança apontam que, por volta das 3h45 da madrugada, um homem caminha a pé até o acampamento e dispara, fugindo em seguida. A polícia encontrou seis cápsulas de pistola 9 mm no local.

Militantes que estavam no acampamento relataram que foram alvo de ameaças durante a madrugada antes de serem alvejados por tiros.

Duas pessoas teriam sido feridas no acampamento - Frente Brasil Popular/Reprodução/Facebook
Duas pessoas teriam sido feridas no acampamento - Frente Brasil Popular/Reprodução/Facebook



Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade