Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Sinal analógico das televisões da Grande Florianópolis será desligado em janeiro de 2018

Campanha para alertar a população sobre o procedimento foi lançada nesta quinta-feira na Capital

Felipe Alves
Florianópolis
22/06/2017 às 19H50

Quando o dia 31 de janeiro de 2018 chegar o sinal analógico das televisões de Florianópolis, São José, Palhoça, Biguaçu e Paulo Lopes será desligado e somente o sinal digital estará disponível. Para não ficar sem a transmissão das emissoras abertas, a população deve fazer a conversão para o digital em seus televisores. Na tarde desta quinta-feira (22) foi lançada oficialmente na Capital a campanha do desligamento da TV analógica, que começará pela Grande Florianópolis e gradativamente atingirá todo o Estado. Até 2023, todas as cidades do país terão transmissão exclusiva pelo sinal digital.

Petrelli discursou durante o lançamento da campanha sobre o desligamento do sinal analógico - Marco Santiago/ND
Petrelli discursou durante o lançamento da campanha sobre o desligamento do sinal analógico - Marco Santiago/ND


O momento agora é de comunicar à população da Grande Florianópolis sobre as datas e etapas do desligamento. Durante a programação de todas as emissoras, os moradores de cinco municípios serão lembrados sobre o desligamento. De acordo com o presidente da Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão), Paulo Tonet Camargo, o salto de qualidade na transmissão é o principal atrativo do sinal digital. “Nos lugares em que já houve desligamento, a audiência da TV aberta aumentou em função da qualidade. É outra experiência de vida”, afirma.

Além da comunicação à população, outra fase importante será a distribuição de kits gratuitos à população de baixa renda com conversores e antenas UHF. Na Grande Florianópolis essa etapa começará em outubro. “Isso faz parte de um acordo mundial, em que 68 países já concluíram e 55 estão em desenvolvimento. Para quem tem dúvidas no processo, oferecemos um atendimento gratuito 24h, sete dias por semana”, explica Patrícia Abreu, diretora de comunicação social da Seja Digital, entidade responsável por acelerar a migração.

O presidente da Acaert (Acaert Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão), Marcello Corrêa Petrelli, destaca a importância deste momento. “Estamos sendo testemunhas de mais uma revolução na história da televisão brasileira. Assim como foi revolucionária a primeira transmissão em 1950 pela TV Tupi e da mesma forma da migração do preto e branco para o colorido em 1970”, afirma. 

Melhoria no serviço de internet

A migração do sinal analógico para o digital vai proporcionar uma melhoria no serviço de internet banda larga em todo o país. Isso por que hoje as transmissões de TV analógicas ocupam uma faixa de 750 hertz do espectro da radiofrequência do país que será liberada assim que a migração for finalizada. Em 2014, houve uma licitação para ocupar essa faixa, que teve como vencedores a Tim, a Oi, a Vivo e a Algar. “Ao desligarmos o sinal, as operadores de celular vão ocupar essa faixa de forma que possam oferecer o 4G nesses 750 hertz, com uma penetração muito melhor. Com isso, o acesso à banda larga e de telefonia celular será melhorada”, afirma Patrícia Abreu, da Seja Digital.

Para 2017 a previsão é de que 360 cidades brasileiras tenham seu sinal analógico desligado. Após a Grande Florianópolis, será a vez de Blumenau, Joinville e Jaraguá do Sul, com desligamento programado para 5 de dezembro de 2018. Nesse processo de migração, trabalha-se com três etapada. Primeiro, são lançadas campanhas para o conhecimento da população. Na sequência, vem a fase de compreensão, com ações, tira-dúvidas e ensinamento das etapas de conversão. Às vésperas do desligamento em cada cidade, vem a etapa de alerta, com uma contagem regressiva exibida na televisão avisando sobre o desligamento do sinal analógico.

- - -
- - -



 

Perguntas e respostas

Quais regiões do país já são 100% digital?

Rio Verde (GO), Brasília e São Paulo.

O que muda com a migração do analógico para o digital?

A programação das emissoras será a mesma e continua gratuita. Além da qualidade de som e imagem superiores, a TV Digital acaba com fantasmas, ruídos e interferências que existiam na TV analógica. A interatividade é outro aspecto inovador da TV Digital.

Como fazer para pegar o sinal digital da tv?

De maneira geral, é preciso ter um conversor. Nos aparelhos de tv mais modernos, o conversor já vem embutido, bastando conectar direto na antena UHF.

Preciso comprar uma televisão nova?

Não. Todas os televisores podem ser utilizados para assistir os canais abertos transmitidos pelo sinal digital. Porém, seu televisor pode precisar de adaptações. Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não tiver o conversor embutido, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante.

Onde posso comprar o conversor?

Em lojas de eletroeletrônicos e na internet. Beneficiários do Bolsa Família receberão gratuitamente um kit da tv digital.

Por que preciso de uma antena UHF?

Porque outros modelos de antena não captam o sinal digital de televisão. Sem uma antena UHF, os televisores não poderão exibir a programação dos canais abertos de televisão transmitidos pelo sinal digital.

Quais são os tipos de antena indicados para captação do sinal digital?

De maneira geral, uma antena externa possui melhor recepção que uma interna. É aconselhável que se instale a recepção através de antena externa sempre que possível, por melhorar o nível de recepção do sinal de TV Digital.

O que acontecerá quando o sinal analógico de TV for desligado em minha cidade?

Assim que o sinal analógico de TV for desligado, toda a programação dos canais abertos transmitidos pelo sinal analógico deixará de ser exibida. A tela de sua TV exibirá uma mensagem informando que o sinal analógico foi desligado e que a programação continua sendo exibida pelo sinal digital.

 Onde saber o cronograma de desligamento na minha cidade?

Acesse o site www.sejadigital.com.br

Como tirar dúvidas

Ligue gratuitamente para 147

Acesse www.sejadigital.com.br

- - -
- - -



Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade