Publicidade
Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 32º C
  • 21º C

Sicoob aumenta em 12,5% o número de associados em 2015

Maior sistema de cooperativas de crédito do país e de Santa Catarina, instituição registrou apenas números positivos em 2015, com destaque também para o volume de R$ 8,52 bilhões em ativos administrados

Alessandra Ogeda
Florianópolis

O Sicoob SC/RS divulgou nesta sexta-feira, em Florianópolis, os números relativos ao ano de 2015 - todos positivos. Parte do Sicoob, maior sistema de cooperativas de crédito do país, a Central SC/RS fechou o ano passado com 581,3 mil associados, valor 12,5% maior do que em 2014, e um volume de R$ 8,52 bilhões em ativos administrados, o que representa um crescimento de 19,7% em relação ao ano anterior. 

Todos os números relacionados a 2015 apresentados pelo Sicoob SC/RS são positivos (confira no box). E este ano o crescimento continua segundo Rui Schneider da Silva, presidente do Central Sicoob SC/RS. "Todas as nossas cooperativas tiveram, na média, crescimento. O número de associados e a nossa movimentação tem aumentado, assim como o nível de poupança", comentou.

Flávio Tin/ND
O presidente da Central Sicoob SC/RS, Rui Schneider da Silva, apresentou os bons resultados das cooperativas de crédito na região Sul na sexta-feira

 

A projeção de Schneider é que o Sicoob SC/RS consiga, em 2016, crescer inclusive um pouco mais do que no ano passado. "Em função até da situação do país o pessoal está com um olhar de tendência positiva pelas mudanças que houveram. Não me interessa o presidente que entrou e de que partido ele faz parte, mas essa mudança está fazendo os empreendedores começarem a se mexer e ir atrás, por isso acredito que o que parou no ano passado vai começar a ser reativado agora e, até mais, em 2017", projetou.

Enquanto a taxa básica de juros (a taxa Selic) passou de 11,75% no final de 2014 para 14,25% no final do ano passado, as taxas praticadas pelo Sicoob seguiram entre as menores do mercado. "A nossa taxa média não aumentou. Nas operações de crédito a taxa média (mensal) ficou em 1,74%; a do cheque especial em 6,07%, enquanto você ouve que outros cobram 10% a 15%; e a taxa do título descontado para as empresas em 2,06%. Em 2014 e 2015 essas taxas se mantiveram, inclusive uma delas baixou", comentou Schneider.

Como o foco do Sicoob são as operações de crédito pulverizadas, ou seja, que atendem um grande número de pessoas físicas e jurídicas, e praticando estas taxas de juros mais baixas, o resultado é uma inadimplência das menores do mercado. "A nossa inadimplência está abaixo dos 2%", complementou.

 

 

Números do Sicoob SC/RS em 2015

329 pontos de atendimento em SC, RS e PR

40 singulares

244 municípios em SC, 13 no RS e 12 no PR

3,3 mil colaboradores

581,3 mil associados - crescimento de 12,5%

R$ 8,52 bilhões de ativos financeiros - crescimento de 19,7%

R$ 1,54 bilhão de patrimônio líquido - crescimento de 20,3%

R$ 5,5 bilhões de depósitos totais - crescimento de 19,5%

R$ 4,6 bilhões em operações de crédito - crescimento de 15,8%

R$ 923,79 milhões em crédito rural - crescimento de 14,2%

 

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade