Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Servidores públicos municipais decretam estado de greve em Florianópolis

Trabalhadores cobram explicações sobre falta de repasses ao Fundo de Previdência e de desconto de dias em que participaram de mobilizações

Fábio Bispo
Florianópolis
19/10/2017 às 21H03

Em assembleia na tarde desta quinta-feira (19), trabalhadores da Prefeitura Municipal de Florianópolis deflagraram estado de greve. A pauta de reivindicações dos trabalhadores cobrou a defesa do serviço público, a retirada de novo projeto de lei para parcelamento das contribuições previdenciárias e o não repasse de R$ 23 milhões ao Fundo de Previdência. A categoria ainda reclama descontos salariais de dias de mobilização da categoria e também o encaminhamento para licitações de materiais faltantes nas unidades do município.

A Prefeitura de Florianópolis rebateu as reivindicações da categoria e informou que o município está em dia com as contribuições da Previdência. No então não esclareceu os motivos de novo pedido de parcelamento à Câmara. Sobre o pedido para não descontar os dias de paralisações a administração classificou como “deboche” dos trabalhadores e informou que nova greve vai implicar em mais descontos salariais. Uma nova assembleia da categoria está marcada para o dia 31 de outubro.

Trabalhadores da PMF durante assembleia votam pelo estado de greve - Sintrasem/ Divulgação
Trabalhadores da PMF durante assembleia votam pelo estado de greve - Sintrasem/ Divulgação



Publicidade

4 Comentários

Publicidade
Publicidade