Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Serviços no Brasil têm em junho maior contração em sete meses, diz pesquisa

A contração se deve à demanda fraca, à greve dos caminhoneiros e à incerteza do mercado

Folha de São Paulo
Brasil
04/07/2018 às 21H46

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Impactado pela paralisação dos caminhoneiros, entre outros fatores, o setor de serviços registrou em junho o pior resultado em sete meses, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (4).

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) recuou a 47 em junho, ante 49,5 em maio -a marca de 50 pontos separa crescimento de contração.

O resultado de junho foi a redução mais forte no volume de produção desde novembro de 2017.

A contração se deve à demanda fraca, à greve dos caminhoneiros e à incerteza do mercado, segundo o IHS Markit.

O protesto dos caminhoneiros paralisou o abastecimento de combustíveis, alimentos e outros insumos no país no final de maio, prejudicando a atividade econômica.

Segundo divulgou o IBGE nesta quarta, a produção industrial, também sofrendo os efeitos do movimento dos caminhoneiros, teve queda de 10,9% em maio em relação a abril, quando havia subido 0,8%.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade