Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

'Sempre querem nos silenciar, fizeram isso com Marielle', diz Boulos no RJ

No discurso, candidato disse que o objetivo de sua campanha é elevar a "consciência política" do povo

Folha de São Paulo
Rio de Janeiro (RJ)
11/09/2018 às 21H41

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O PSOL reuniu seus maiores nomes para um comício em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, nesta terça-feira (11). A expectativa da organização, no entanto, foi frustrada. O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) não permitiu a utilização de caixas de som porque o palco havia sido montado a menos de 200 metros de uma escola.

Boulos - Hermínio Nunes/Divulgação/ND
Boulos - Hermínio Nunes/Divulgação/ND

Com isso, foi formado um jogral: os políticos do partido tiveram suas falas repetidas em uníssono pela militância, ampliando o som.

"Eles quiseram silenciar nosso comício, eles sempre querem nos silenciar. Tentaram fazer isso com Marielle Franco", afirmou o presidenciável Guilherme Boulos (PSOL), seguido por gritos de "Marielle, presente".

No discurso, Boulos disse que o objetivo de sua campanha é elevar a "consciência política" do povo. "Aqui tem um povo sem medo", afirmou, em referência ao mote da Frente Povo Sem Medo, formada por movimentos sociais como o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), do qual é líder.

"Eu não abro mão de um presidente que faz ocupação", cantaram os presentes.

Também foram ao comício o deputado federal Chico Alencar, candidato ao Senado, Marcelo Freixo e Glauber Braga, candidatos a deputado federal, e Tarcísio Motta, candidato ao governo do Rio de Janeiro.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade