Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Sem acordos, greve dos bancários continua em Santa Catarina

Nova rodada de negociação está programada para quinta-feira, às 16h

Felipe Alves
Florianópolis
13/09/2016 às 19H10

Sem acordos na tarde desta terça-feira com a Fenabran (Federação Nacional dos Bancos), a greve dos bancários chega ao nono dia nesta quarta em todo o país. Uma nova rodada de negociações está marcada para a próxima quinta-feira, às 16h, em São Paulo. Nos municípios da Grande Florianópolis, a adesão dos bancários chega a 84%.

Greve nos bancos - Marco Santiago/Arquivo/ND
Greve nos bancos - Marco Santiago/Arquivo/ND



De acordo com o presidente do SEEB (Sindicato dos Bancários de Florianópolis e região), Marco Aurélio Silvano, a federação não trouxe uma nova proposta para a categoria e foram apresentados os mesmos itens que já haviam sido rejeitados pelos sindicatos na semana passada. “Eles conhecem nossa reivindicação de aumento no valor da inflação e mais um ganho real, mas não houve avanços. O que eles propõem é insuficiente e continuamos no mesmo impasse”, afirma ele. As principais reivindicações dos bancários são a reposição da inflação em 9,62% mais 5% de aumento real, participação nos lucros de três salários mais R$ 8,3 mil e vales refeição e alimentação no valor de R$ 880 ao mês. A Fenabran oferece 7% de reajuste para salários e benefícios, além de abono de R$ 3,3 mil.

Sem novidades nas negociações, a greve continua. A expectativa, de acordo com Marco, é de ampliar o movimento nos próximos dias para pressionar a federação por uma nova proposta.  No último balanço feito pelo SEEB, nesta terça-feira, a Grande Florianópolis soma 116 agências (de um total de 138) fechadas durante a greve. No Estado, são 505 agências fechadas.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade