Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Seis aplicativos para ajudar na organização financeira neste começo de ano

Tecnologia é aliada para quem quer começar o ano organizando a vida financeira

Juliana Frandalozo
Florianópolis

A tecnologia se transformou numa grande companheira de quem quer ter uma vida financeira organizada. Para isso, existem ferramentas que podem ajudar muita gente a largar o bloquinho de papel e fugir das planilhas burocráticas de computador para carregar as finanças no bolso, em um aplicativo para smartphone.

Zambi/ND

A vantagem da organização financeira pode ser sentida quando surge a pergunta: o que você quer fazer com o dinheiro? “Essa é uma dificuldade que todos nós temos, pois não recebemos educação financeira na escola”, garante o sócio da Yupee Tecnologia, Fábio Mainardi. “Temos que saber como usar o dinheiro para aplicar no que nos faz feliz, independente do que as propagandas e o marketing tentam nos convencer do que é melhor. É uma decisão pessoal, antes de tudo”, completa.

O objetivo é compartilhado por outros desenvolvedores. Thiago Alvarez, sócio e fundador do aplicativo GuiaBolso, diz que o aplicativo ajudou a organizar mais de R$ 5 bilhões dos usuários. “Desenvolvemos uma tecnologia que resolve um problema que muitos brasileiros têm: não saber o que acontece com seu dinheiro.”

Depois de compreender o que realizar com dinheiro, vem a necessidade da organização, e é então que o controle financeiro pode mostrar como o dinheiro está sendo gasto e se os gastos são mesmos necessários. “Ter essa noção é crucial para saber onde é possível cortar compras por impulso e frivolidades, que muitas vezes são apenas uma resposta inconsciente ao excesso de propagandas que chegam até nós. Não importa se a pessoa ganha R$ 2.000 ou R$ 20 mil. Se não souber gastar, vai estar sempre em dívida”, afirma Mainardi.

É necessário ter disciplina para registrar os gastos diariamente. Se a pessoa esquece de anotar tudo no caderninho, é melhor trocar de ferramenta e, nesse sentido o smartphone é um aliado, porque sempre está por perto. Com os gastos e rendimentos bem visíveis, seja nas planilhas, nos cadernos ou nos aplicativos, é possível organizar as finanças e, a partir daí, planejar o futuro. “Depois que as pessoas descobrem o que são capazes de realizar ao planejar suas finanças, passam a colocar o dinheiro para trazer felicidade”, assegura Mainardi.

M8

Divulgação/ND

A proposta do m8 é ser um aplicativo divertido para gerenciar as finanças. A versão gratuita disponibiliza um planejamento em reais para categorias personalizáveis e gera um gráfico colorido com o qual se pode marcar os gastos e saber quanto se gastou do total planejado. Intuitivo, está disponível somente para iOS. Indicado para quem quer um gerenciamento simples das finanças, sem muitos detalhes, ou está começando agora a lidar com aplicativos.

 

GuiaBolso

Divulgação/ND

O GuiaBolso é um aplicativo completo desenvolvido por dois brasileiros e lançado em abril. Tem a vantagem de sincronizar informações do internet banking dos bancos do Brasil, Santander, Itaú e Bradesco. Disponível pela web para Iphone, agora está sendo desenvolvido para Android. Traz a possibilidade de fazer um planejamento mensal e analisar as transações, marcando categorias de gastos e rendas. Facilita o controle financeiro de quem tem contas em bancos diferentes, atualizando automaticamente os dados. Gera gráficos para visualização e emite alertas no feed que indicam quando você paga suas contas, tem gastos não planejados ou planejamento estourado, por exemplo.

 

Yupee

Divulgação/ND
Legenda


Lançado em 2011, é um aplicativo desenvolvido pelo Grupo Nexxera, com sede em Florianópolis. O Yupee está disponível para web e sincroniza com Iphone e sistema Android. Apesar de um pouco mais lento do que os seus concorrentes, ele tem funcionalidades que o diferenciam dos outros. Uma delas é a possibilidade de marcar gastos e rendimentos que precisam ser declarados no imposto de renda. Estes aparecem em um relatório próprio para facilitar a vida do declarante. O serviço ainda oferece um blog com dicas de educação financeira e para uso do aplicativo.

 

Minhas economias

Divulgação/ND


De interface simples e navegação rápida, está disponível para web e pode ser sincronizado com Android e iPhone, por meio de cadastro do usuário. Permite adicionar categorias personalizadas e fazer orçamentos mensais, comparando um mês com o outro. O site também dá dicas de educação financeira e se propõe a ser um gerenciador de sonhos, indicando quanto é necessário economizar para atingir metas. Indicado para usuários básicos que querem mais opções de controle.

 

Moni

Divulgação/ND


Bastante simples, o Moni é ideal para quem quer apenas ter sob controle diferentes contas de banco, com saldos separados. A interface é categorizada por cores: vermelho para gastos e verde para ganhos, com possibilidade de personalizar a moeda. Não tem recursos gráficos nem relatórios. Voltado aos usuários iniciantes que querem controle simples.

 

Finance

Divulgação/ND


Esse aplicativo é para usuários avançados, pois registra operações complexas e tem linguagem mais técnica. Disponível para Android e iPhone, permite checar os gastos por dia e gerenciar contas correntes, contas-caixa e cartão de crédito. Faz análises de plano de contas, centro de custo e gráficos e tem sistema de notificações de contas a pagar ou a receber. Vale a pena ler o manual on-line para entender melhor o aplicativo.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade