Publicidade
Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 19º C

Santa Catarina será pioneira do Brasil no programa Internet para Todos do governo federal

O programa pretende levar internet banda larga a áreas rurais e localidades que ainda não têm o serviço

Redação ND
Florianópolis (SC)
11/12/2017 às 23H44

Santa Catarina será o primeiro Estado brasileiro a receber pontos de conexão com a rede mundial de computadores pelo Programa Internet para Todos, a partir do próximo ano. Em reunião com o ministro de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, nesta segunda-feira (11), na Casa da Agronômica em Florianópolis, o governador Raimundo Colombo conheceu o Programa Internet para Todos, que pretende levar internet banda larga a áreas rurais e localidades que ainda não têm o serviço. 

“Santa Catarina é o Estado certo para ser o pioneiro neste projeto. Temos uma boa distribuição demográfica, uma força muito grande na área rural e um trabalho já feito junto com o ministério nas escolas. Esse é um passo decisivo com o satélite lançado em maio (deste ano), que permite desdobrar e chegar internet a todos os cantos do Estado, principalmente na área rural”, destacou Colombo.

Objetivo do programa é promover o atendimento a localidades e distritos, onde inexiste a oferta de acesso à internet. A viabilidade do programa é devido ao lançamento do satélite brasileiro, lançado em 4 de maio de 2017, com capacidade de levar internet para 100% do território brasileiro a uma velocidade de 58 gbps em banda ka, com 67 feixes.

O ministro Kassab disse que esse é maior projeto de inclusão social que se estabelece no Brasil hoje. “Sempre digo, usando como comparação que vale a pena lembrar o que é a vida de uma criança com internet e sem internet. Esse projeto começa por Santa Catarina e, com certeza, ainda em fevereiro de 2018, estaremos levando nos primeiros pontos do Estado a internet para todos”.

Ao todo serão cerca de 40 mil pontos disponibilizados, que também serão usados para defesa, educação e saúde. O município que quiser participar deverá se inscrever e se for selecionado será responsável por ceder um terreno, além de custear despesas de energia elétrica e segurança do local. O governo federal fará a instalação de todo o equipamento sem custo para as prefeituras.

Governador Raimundo Colombo recebeu o ministro Gilberto Kassab, prefeitos e lideranças - Jaqueline Noceti / Secom
Governador Raimundo Colombo recebeu o ministro Gilberto Kassab, prefeitos e lideranças - Jaqueline Noceti / Secom



Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade