Publicidade
Terça-Feira, 18 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 22º C

Rua do Centro inicia projeto de videomonitoramento contra insegurança em Florianópolis

Sistema compartilha imagens de câmeras entre lojistas e moradores; iniciativa faz parte do Laboratório de Inovação Urbana de Florianópolis

Redação ND
Florianópolis
26/06/2018 às 15H53

A rua Vida Ramos, no Centro de Florianópolis, deu o primeiro passo no projeto Laboratório de Inovação Urbana de Florianópolis, com a instalação do sistema de videomonitoramento compartilhado entre os lojistas e moradores, com câmeras, software e aplicativo mobile. O intuito é melhorar a sensação de insegurança na região.

Modelo começou a ser idealizado no Laboratório de Inovação Urbana, na Vidal Ramos - Flávio Tin/ND
Ideia é que projeto se estenda para outros pontos da cidade - Flávio Tin/ND


A iniciativa é da prefeitura, Acate (Associação Catarinense de Tecnologia) e Acif (Associação Comercial e Industrial de Florianópolis). Conforme a administração municipal, o projeto começa na Vidal Ramos, mas a ideia é que se estenda para outros pontos da cidade.

“É uma evolução da rede de vizinhos. Os lojistas e residentes da rua agora já podem acessar as imagens das primeiras câmeras instaladas, que estão funcionando 24 horas por dia. Além disso, também disponibilizamos acesso gratuito à internet para as pessoas que passam ou permanecem lá”, disse Thais Nahas, representante da Acate no projeto.

Segundo o Superintendente de Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura de Florianópolis, Marcus Rocha, esta é a primeira de muitas experiências que serão realizadas no Laboratório de Inovação Urbana.

“Este projeto na Vidal Ramos trouxe muito aprendizado e começa a mostrar os resultados esperados. Com o apoio da Acate, da Acif, e da participação dos lojistas, moradores e também de outras entidades, queremos trazer mais inovações para o ambiente urbano de Florianópolis”, afirmou.

Empresas que desejarem testar na Rua Vidal Ramos soluções inovadoras para Cidades Inteligentes podem entrar em contato com a Superintendência de Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura de Florianópolis.

Publicidade

3 Comentários

Publicidade
Publicidade