Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Rosto de santa Paulina é reconstruído em três dimensões e apresentado em São Paulo

A imagem, considerada a mais realista reprodução já feita da madre, poderá ser vista em Santa Catarina a partir do dia 20 de dezembro

Raquel Cruz
Florianópolis

Estampada em camisetas, terços, santinhos, estátuas que cabem no bolso, ou com mais de 3 metros de altura. O rosto da primeira religiosa santificada que viveu no Brasil é conhecido por ser gravado nos mais variados objetos, mas ganhou um formato inédito para a comemoração dos 150 anos de seu nascimento. A imagem, com as feições do rosto da santa em três dimensões, é considerada a cópia mais fiel das características já feita.

Divulgação/ND
Imagem é considerada a mais fiel à madre

 

A ciência foi usada a serviço da religião pelas mãos do designer a pedido da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição em comemoração ao aniversário da santa. Amábile Lúcia Visintainer, seu nome de batismo,  nasceu em 16 de dezembro de 1865. Duas missas celebram os 150 anos da santa. Neste domingo, a cerimônia de apresentação da réplica foi realizada na Capela Sagrada Família e Santa Paulina, em São Paulo. Em Nova Trento, a celebração será no dia 20 de dezembro, às 9h30. Depois disso, ele ficará exposto permanentemente no santuário para a visitação do público.

Produzida com um pó parecido com cal cristalizado em três dimensões nas medidas do rosto da santa Paulina, a réplica da religiosa que completa 150 anos em dezembro foi reproduzido a partir da ciência forense, técnica usada na reconstituição de crimes. “A gente tentou fazer do Frei Galvão, mas o crânio estava muito deteriorado. Situação diferente que encontramos para a Madre Paulina. Os restos mortais dela estão muito conservados”, Cícero Morais, especialista da área de hagiologia.

Ciência a serviço da fé

Primeiro, explica Cícero, foram feitas cerca de 120 fotos de diferentes ângulos do crânio de Madre Paulina. “É a partir das fotos que conseguimos estimar o volume dos músculos”, adianta. Com as imagens em mãos, um programa de computador faz o cálculo estimado das medidas do rosto e do volume da cabeça a partir de uma modelagem virtual.

Divulgação/ND
Foram feitas cerca de 120 fotos de diferentes ângulos do crânio de Paulina

 

Com uma máquina de impressão em três dimensões, o rosto é criado e ganha detalhes mais precisos como tonalidade da pele, detalhes dos olhos e das vestimentas  que ela costumava usar. Ao todo, participaram do processo profissionais de perícia criminalística, historiadores religiosos e pessoas que se dedicam a estudar a vida da santa Paulina.

A técnica, que inicialmente ajudava investigadores a solucionar crimes, ganhou um novo significado há 10 anos, quando Cícero começou a reproduzir faces de personalidades. Desde então, já foram mais de 100 criações - a santa imigrante que viveu a maior parte da sua vida em Nova Trento, no interior do estado, é a nona face religiosa desta lista. Santo Agostinho, santa Maria Madalena, santa Rosa de Lima e santo Martinho de Porres são alguns dos religiosos que ganharam face hiperrealista nas mãos do designer.

Veja como foi feita a reconstituição:

Rosto de Santa Paulina é reconstruído em três dimensões e apresentado em São Paulo. A escultura, considerada a mais realista reprodução já feita da madre, poderá ser vista pelo público em Santa Catarina a partir do dia 20. Leia a matéria completa em: goo.gl/SCvjMn

Posted by ND Online on Domingo, 13 de dezembro de 2015
Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade