Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Restauração da ponte Hercílio Luz poderá ficar pronta em 2014

No aniversário de 85 anos do cartão postal de Florianópolis, governo do Estado anuncia novas datas e medidas em busca de recursos

Aline Rebequi
Florianópolis

Paulo Noronha/Divulgação/ND
Secretário Cobalchini anunciou entrega da ponte em seminário na UFSC
No aniversário de 85 anos de inauguração da ponte Hercílio Luz, patrimônio histórico e artístico reconhecido nacionalmente, a Secretaria de Estado da Infraestrutura anuncia uma boa notícia aos catarinenses: a restauração do cartão postal de Florianópolis estará pronta no primeiro semestre de 2014. Este é apenas um dos anúncios informados pelo secretário da pasta, Valdir Cobalchini, na manhã de quinta-feira (12) durante o 3° Seminário sobre a Recuperação da Ponte Hercílio Luz e que devem ser formalizados nessa sexta-feira (13) em reunião com governador do Estado, Raimundo Colombo.

Apesar do novo prazo para entrega da restauração não ser oficial, e pela complexidade da obra dificilmente haverá uma data com 100% de precisão, é um alento aos organizadores e participantes do seminário que foi criado para incentivar o governo do Estado a se posicionar com mais firmeza quando o assunto é a ponte Hercílio Luz. Hoje, o secretário Cobalchini entregará ao governador um plano que mostra como o Estado conseguirá os R$143 milhões que restam para concluir os custos da obra. Estas informações também foram adiantadas na quinta-feira durante o seminário.

De acordo com o secretário o primeiro passo será marcar uma reunião com a ministra da Cultura Ana de Hollanda. Com ela, o Estado precisa conseguir uma autorização para buscar os R$143 milhões para a obra via iniciativa privada por meio da Lei Rouanet (lei federal, n° 8.313, de incentivo à cultura que possibilita as empresas aplicarem uma parte do imposto de renda devido em ações culturais).

Com a autorização em mãos a Secretaria de Infraestrutura de Santa Catarina irá estabelecer uma agenda de reuniões com as cem maiores empresas privadas e estatais do país já listadas pelo governo do Estado segundo o secretário Cobalchini. “Fizemos uma lista das empresas que têm mais chance e interesse em contribuir com a restauração da Hercílio Luz e esperamos que a maioria delas nos ajude”, diz.

 

Solução para restaurar a ponte não deve mudar

O presidente do Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura), Paulo Meller, que também participou do seminário, afirmou aos participantes – a maioria engenheiros e estudantes de engenharia – que a maneira como a ponte está sendo recuperada não irá mudar e é a melhor saída se tratando de ponte pênsil.

O sistema de recuperação do vão central é basicamente construir uma ponte embaixo da ponte. A estrutura de sustentação provisória será construída sob o vão central e ficará rente a ele para escorar a Hercílio Luz enquanto ela é recuperada. O sistema de escoramento foi idealizado por Khaled Mahmoud, consultor internacional de pontes pênsis que esteve no seminário. “Serão pelo menos dois anos para concluir esta etapa”, prevê o presidente do Deinfra.

 

Construir uma nova ou reforma a antiga?

No debate que encerrou o 3° Seminário sobre a Recuperação da Ponte Hercílio Luz os engenheiros e professores da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), Edson da Rosa, Ivo Padaratz, Moacir Carqueja, Mário Coelho, Carlos Abraham e Honorato Tomelim levantaram as discussões em torno das diferenças de custos entre construir uma nova ponte ou reformar a antiga. Paulo Meller, do Deinfra, afirmou que com o dinheiro da restauração da Hercílio Luz era possível construir quase duas pontes novas, mas que se optou pela reforma por se tratar de um monumento. “A Hercílio Luz é para Florianópolis como o Cristo Redentor é para o Rio de Janeiro. Não se trata apenas de uma estrutura, mas de um patrimônio”, explica.

Para Moacir Carqueja, do Departamento de Engenharia Civil da UFSC, pela complexidade da obra, seria melhor derrubar a antiga e construir uma nova igual a já existente. “Seria mais viável, pois poderia custar menos e ficar pronta mais rápido”, diz.

 

Programação do aniversário é cancelada

A programação de aniversário dos 85 anos da ponte Hercílio Luz que estava sendo organizada pela Associação Amigos da Cidade foi cancelada em razão da previsão de chuva para a sexta-feira (13). Segundo o secretário-geral da associação, Luis Galvão, as atividades que seriam realizadas na cabeceira da ponte a partir das 15h não irá ocorrer. Estava previsto abraço simbólico na Hercílio Luz, o corte de um bolo de 50kg e apresentações culturais.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade