Publicidade
Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 20º C

Restauração da igreja São Francisco chega à reta final em Florianópolis

Obras começaram em 2012 e o prazo previsto para a conclusão é julho de 2017

Michael Gonçalves
Florianópolis
19/09/2016 às 08H46

A restauração da Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas, na esquina entre as ruas Deodoro e Felipe Schmidt, no Centro de Florianópolis, chegou à reta final. Em obra desde 2012, a restauração está na 3ª etapa. Segundo o frei Gunther Max Walzer, a previsão é de que em julho de 2017 todos os reparos estejam concluídos. O governo do Estado repassava a verba pela Secretaria de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis, mas com a extinção da entidade, os recursos são encaminhados pela Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte.

Mesmo em obras, o templo cristão permanece aberto. Devota de São Francisco, a esteticista Mirian Regina Prazeres, 34 anos, semanalmente passa pela igreja para acender uma vela para o anjo da guarda. “Venho aqui desde criança e acho que já está na hora dessa reforma terminar. Gosto de frequentar essa igreja porque é de fácil acesso e porque São Francisco é o protetor dos animais”, contou.

Inaugurada em 1815, a igreja teve a última restauração há mais de cem anos. Desde então, ela passou por pinturas e pequenos reparos. A 1ª etapa da restauração recuperou o telhado e as torres. A segunda focou as obras no interior, com a colocação de um elevador e a parte elétrica. Já a última está executando a recuperação do altar, a fachada externa e a construção do anexo, que terá banheiros e uma copa.

“O cronograma de obras está normal, mas ainda temos muita coisa para recuperar. Além da restauração da parte estrutural, a reforma chegará ao fim com a mecanização dos sinos e a colocação do relógio externo”, concluiu o frei Gunther.  

A igreja é parte do patrimônio histórico e tombada pelo município e pelo Estado. De modo geral, a ela conserva as suas características arquitetônicas originais, mesclando os estilos barroco e neoclássico.

 

Mais de 700 visitantes por dia na temporada

Há 29 anos trabalhando na igreja São Francisco das Chagas, a secretária Maria Ivone Paz, 62 anos, sabe da importância da restauração deste tempo católico. Ele lembra que o telhado ameaçava desabar e trabalhou mais de duas décadas sem um banheiro no local. Isso mesmo, a igreja não tinha rede hidráulica e somente agora estão construindo os banheiros.

“Além de ser um espaço para os fiéis, a igreja também é um ponto turístico. Durante a temporada recebemos mais de 700 visitantes por dia. Também temos um grupo de idosos que se reúnem no 2º andar e o elevador facilitou o acesso deles, porque vários têm deficiência de locomoção. Aliás, um banheiro também foi construído nesse andar”, contou a secretária.  

 

Horário das missas

De segunda a sexta-feira, às 18h

Sábado, às 16h

Domingo, às 10h

 

Saiba mais

- A Igreja da Ordem Terceira de São Francisco é a mais antiga das confrarias religiosas criadas na Ilha, tendo sido instalada em 1745;

- Sem um espaço próprio, ocupou durante 70 anos uma capela com sacristia privada anexa à Igreja Matriz;

- O terreno para a Igreja de São Francisco foi doado em 1754 à Ordem Franciscana pelo português, morador de Desterro, Domingos Francisco de Araújo;

 - A licença para a sua construção foi solicitada ao Príncipe Regente D. José em 1802 e no mesmo ano foi lançada a sua pedra fundamental;

- Em 1804 foram adquiridos seus portais e em 1819 recebeu os sinos;

- Em 1851, rumores de que as torres da igreja estariam ruindo determinaram fechamento das portas laterais.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade