Publicidade
Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 19º C

Referência em Oktoberfest, Blumenau apoia versão da anunciada pela Prefeitura de São Paulo

Administração catarinense vê oportunidade de divulgação do evento local, que é o maior do mundo fora da Alemanha

Jeferson Bertolini, Folhapress
Florianópolis
16/06/2017 às 23H09

Organizadores da Oktoberfest de Blumenau, a maior do mundo depois da de Munique, na Alemanha, apoiam e que veem como oportunidade de negócios a criação do festival de cerveja em São Paulo. A capital paulista terá uma edição do evento entre 29 de setembro a 8 de outubro no sambódromo do Anhembi, segundo anunciou o prefeito João Doria (PSDB) na sexta-feira, com ingressos de até R$ 150 e expectativa de público de 100 mil pessoas.

Média de público nas edições recentes em Blumenau ficou em torno de 500 mil visitantes; em 2017, festa será dos dias 4 a 22 - Clio Luconi/Divulgação/ND
Média de público nas edições recentes em Blumenau ficou em torno de 500 mil visitantes; em 2017, festa será dos dias 4 a 22 - Clio Luconi/Divulgação/ND



No formato original, a Oktoberfest é uma festa popular que valoriza danças e comidas típicas alemãs, além do consumo de chope. Ocorre em várias cidades e países onde é forte a presença de imigrantes alemães.

O secretário de Turismo de Blumenau, Ricardo Stodieck, disse que equipes da gestão Doria já fizeram visita técnica em Blumenau para conhecer a Oktober local. “Existe interação e troca de experiência em todos os lugares do mundo que realizam este tipo de festa. Nós temos contato com outras do Brasil e do mundo, como Canadá, Argentina e Alemanha. Não será diferente com São Paulo”, disse Stodieck.

Segundo o secretário, o governo de Blumenau não teme, a curto ou longo prazos, redução no número de visitantes por conta da festa de São Paulo. “As pessoas não nos visitam só por causa da festa. Tem o charme da cidade, a arquitetura. Acreditamos que aqueles que costumam vir a Blumenau não deixarão de nos visitar.”

Neste ano, a festa na cidade catarinense acontecerá entre 4 e 22 de outubro, com ingressos entre R$ 12 e R$ 40.

Prefeitura presta consultoria 

Para o prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes (PSDB), a Oktoberfest de São Paulo será uma oportunidade de divulgar a festa de Blumenau e de negociar produtos relacionados a ela, como gastronomia. “Não vemos como uma concorrência. Vemos como uma oportunidade de visibilidade e de negócios”, declarou.

Cerca de 600 mil litros de chope são consumidos, na média, nas últimas festas - Clio Luconi/Divulgação/ND
Cerca de 600 mil litros de chope são consumidos, na média, nas últimas festas - Clio Luconi/Divulgação/ND



Bernardes disse que teve encontro formal com o prefeito de São Paulo para tratar da Oktoberfest, mas que por ora não há nenhum acordo formal de cooperação ou consultoria entre as duas cidades. “Estamos na base do cavalheirismo e da boa vontade. Mas temos a intenção de firmar um termo de cooperação para o intercâmbio de boas práticas”, disse o prefeito.

No ano passado, segundo Bernardes, a Oktoberfest de Blumenau gerou 4.000 empregos diretos temporários e fechou com lucro de R$ 2,5 milhões, o que ele classifica como “alto” por se tratar de uma promoção pública.

Festa em Blumenau tem 33 edições

  • A primeira Oktoberfest de Blumenau aconteceu em 1984. Foi pensada como fonte de recurso para reerguer a cidade, que se recuperava de uma enchente.
  • No primeiro ano, a festa recebeu 102 mil pessoas, mais da metade da população local à época. Em 10 dias, foram vendidos 103 mil litros de chope, segundo a Secretaria Municipal de Turismo.
  • Em 1988, o número de turistas já ultrapassava a marca de 1 milhão de pessoas, e o consumo de chope chegava a 700 mil litros.
  • No início dos anos 1990, o tamanho da festa chegou incomodar parte dos moradores de Blumenau. Eles reclamavam de bebedeiras, de cheiro de urina e até de eventuais cenas obscenas da rua.
  • Nos últimos anos, a média de público baixou para 500 mil visitantes e o consumo de chope fica em torno dos 600 mil litros.
  • Em 33 edições, segundo a administração municipal, a festa recebeu 21,2 milhões de visitantes e vendeu 11,1 milhões de litros de chope. 

Reportagem do RIC Notícias repercutiu a notícia da Oktober de São Paulo como moradores e autoridades de Blumenau

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade