Publicidade
Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Rais mostra crescimento na oferta de emprego com carteira assinada em Itapema

Construção civil perdeu vagas, mas já voltou a fazer contratações na cidade

Marcos Horostecki
Itapema
23/09/2016 às 09H28
Construções em Itapema voltaram a receber trabalhadores este ano - Marcos Horostecki/ND
Construções em Itapema voltaram a receber trabalhadores este ano - Marcos Horostecki/ND


Entre os três maiores municípios da região da Costa Esmeralda e do Vale do rio Tijucas, Itapema foi o único que gerou empregos em 2015, segundo os dados da RAIS (Relação Anual de Informações Sociais), divulgados pelo Ministério do Trabalho. Foram acrescentadas ao mercado de trabalho, no geral, 427 novas vagas, num comparativo com 2014. Um crescimento de 2,93%, chegando a 14950 vagas com carteira assinada.

No comparativo com Santa Catarina, o Estado perdeu 59 mil empregos e teve queda de 2,62%, no comprarativo com o ano de 2014.

O setor de serviços foi o que mais cresceu em Itapema, criando um estoque de 535 novas vagas com carteira assinada. Comparando com a situação do Estado, esse setor foi o único em Santa Catarina com saldo de vagas positivo, o que indica o acompanhamento de uma tendência regional, segundo o Ministério do Trabalho.

A Construção Civil, um dos setores econômicos mais importantes de Itapema, perdeu 159 vagas com carteira assinada ao longo do ano. Até o final do ano passado, 2401 trabalhadores atuavam no município com carteira assinada. A situação é idêntica à média do estado, que perdeu quase 10% das vagas nesse setor.

Em 2016, segundo os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregado), até o mês de julho a cidade já fechou 744 vagas, a maior parte justamente no setor de serviços. A construção civil reagiu, ganhando 136 novas vagas. O setor de serviços perdeu ,até julho, 351 postos de trabalho.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade