Publicidade
Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 22º C

Quatro pessoas são atropeladas na SC-402 na manhã deste domingo em Florianópolis

Foram dois acidentes no mesmo local e a quarta vítima foi atingida enquanto socorria as pessoas atropeladas no primeiro acidente

Dariele Gomes
Florianópolis
07/08/2017 às 11H40
Partes dos veículos envolvidos no acidente ficaram sobre a pista na SC-402 - Marco Santiago/ND
Partes dos veículos envolvidos no acidente ficaram sobre a pista na SC-402 - Marco Santiago/ND


Quatros pessoas foram atropeladas na manhã deste domingo (6), por volta das seis horas, na rodovia SC -402, próximo a uma boate em Jurerê, no Norte da Ilha, conforme informações da PMRV (Polícia Militar Rodoviária). Dois atropelamentos ocorreram no mesmo local. 

No primeiro acidente, envolvendo um Audi A3, com placas de Florianópolis, o veículo atropelou três pessoas que estavam em um ponto de ônibus. O motorista fugiu, mas abandonou o veículo cerca de 3 km depois do local do acidente, na SC-401. O carro foi apreendido e está na 7ª Delegacia de Polícia. 

O Audi foi abandonado e está na 7ª Delegacia de Polícia - Marco Santiago/ND
O Audi foi abandonado e está na 7ª Delegacia de Polícia - Marco Santiago/ND


O segundo acidente ocorreu logo em seguida, no mesmo local, quando o condutor de um Ssangyong, também com placas de Florianópolis, tentou desviar do Audi e de um grupo de pessoas que prestava o primeiro atendimento às vitimas.

O motorista acabou atropelando uma pessoa que estaria ajudando no socorro e uma das vítimas que já tinha sido atingida no primeiro atropelamento, o jovem estudante de educação física Sérgio Teixeira da Luz, de 23 anos. Ele, que foi atropelado duas vezes, ficou em estado mais grave.

>> Polícia comenta a imprudência nas rodovias após atropelamento na SC-402

De acordo com a polícia, testemunhas contam que o condutor do segundo veículo chegou a parar após o acidente, mas por medo da população entrou no carro novamente e seguiu em direção ao Centro. Segundo o relato das pessoas estavam junto com o motorista, um jovem de 25 anos identificado apenas como Eduardo, ele estava trafegando com velocidade de 40 km/h, aproximadamente, e por isso não teria provocado danos mais graves.

Eduardo foi abordado na avenida Beira-Mar Norte, próximo ao Beiramar Shopping, com o para-brisa quebrado e foi encaminhado à 5ª Delegacia de Polícia da Capital, onde permanece para ser ouvido nesta segunda-feira (7) em audiência de custódia.

O condutor do Ssangyong foi abordado na avenida Beira-Mar Norte e o carro ficou apreendido na delegacia - Marco Santiago/ND
O condutor do Ssangyong foi abordado na avenida Beira-Mar Norte e o carro ficou apreendido na delegacia com marcas no para-brisa - Marco Santiago/ND


O veículo Ssangyong também está apreendido na delegacia. Segundo a polícia, o teste do bafômetro feito por Eduardo acusou 0,74 mg de álcool por litro de sangue. Ele foi autuado por embriaguez ao volante e lesões corporais. O flagrante foi feito pela Central de Polícia, onde o acusado permaneceu durante a noite. Na manhã desta segunda-feira (7), ele foi encaminhado para o Fórum da Capital e deverá passar pela audiência de custódia no período da tarde.

O condutor responsável pelo primeiro acidente, que dirigia o veículo Audi A3 fugiu do local e ainda não foi encontrado. Até o momento a polícia identificou que o carro está em nome de uma empresa e a partir desta segunda (7) o delegado da 7ª DP vai dar início a investigação do caso.

Uma das vítimas passou por duas cirurgias

As quatro pessoas atropeladas foram encaminhadas ao Hospital Celso Ramos. A vítima mais grave foi Sergio Teixeira, de 23 anos, que foi atropelado duas vezes e passou por uma cirurgia, ainda neste domingo, para drenagem no pulmão. O irmão dele, Leonardo Schmitt, de 32 anos, conversou com a equipe de reportagem do Notícias do Dia e informou que Sérgio saiu da festa com os outros dois amigos, também atropelados, e que não foi dirigindo para a festa justamente para evitar imprudência. Eles foram atropelados enquanto aguardavam o veículo que os levaria para casa. 

“Acabamos de ver o Sérgio, ele está em coma induzido, totalmente desfigurado, com várias fraturas. Está com água no pulmão, que está retraído e não consegue obter ar. Por isso a cirurgia. Ele é jovem, estamos crendo que ele vai sair dessa. Os médicos nos dizem que o estado dele é muito grave, mas acreditamos que por ser jovem vai sair dessa, bem”, comentou Schmitt, na noite deste domingo. 

Sérgio também passou por uma cirurgia na perna, e, até por volta das 11h30 desta segunda-feira (7), foi transferido do centro cirúrgico para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva), onde vai permanecer em obervação. "O acúmulo de água no pulmão foi o fator de maior gravidade e agora os médicos estão aguardando a reação dele", disse o irmão.

Ele informou ainda que a pessoa que parou para prestar socorro e foi atropelada pelo segundo veículo já foi liberada e os outras duas vítimas, amigos de Sergio, estão internadas, mas não tem risco de morte e já estão conversando com familiares.

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade