Publicidade
Terça-Feira, 23 de Outubro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Professores da UFSC decidem nesta quinta-feira se dão fim à greve

Docentes vão às urnas votar pela continuidade ou não da paralisação

Ana Carolina Vilela
Florianópolis

O Apufsc (Sindicato dos Professores da UFSC) confirma para esta quinta-feira (16) o segundo dia de assembleia geral, em Florianópolis, na qual os professores decidem se continuam ou dão fim à greve da categoria, iniciada em 11 de julho. Nesta quarta-feira, os docentes já estiveram reunidos em assembleia no hall do Centro Tecnológico (CTC), quando participaram 199 professores filiados ao sindicato e 21 não sócios.

A votação em urna estará distribuída nos centros do campus de Florianópolis e nos campus de Araranguá, Curitibanos e Joinville, das 8h30 às 18h30, e será aberta a todos os professores da universidade, filiados ou não à Apufsc. O sindicato informa que para legitimar o resultado das urnas é preciso o comparecimento de 25% dos associados, ou seja, cerca 600 docentes.

O voto dos não sindicalizados será em urna separada. Apenas os professores filiados poderão votar em urnas que não estiverem em sua unidade de atuação.

Proposta do Governo

O Governo Federal propôs aos professores da Universidade Federal de Santa Catarina reajustes de 25% a 40% até 2015 e diminuição do número de níveis de carreira de 17 para 13. Até o momento, a proposta apresentada foi aceita e assinada apenas pela Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior, que representa oito sindicatos. 

Os servidores técnico-administrativos da UFSC, que estão em greve há dois meses, recusaram nesta terça-feira (14) a proposta do governo de reajuste salarial de 15,8%, parcelado em três vezes até 2015. Uma nova assembleia da categoria também está marcada para esta quinta-feira (16), às 14h, na reitoria da universidade, na Capital.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade