Publicidade
Sexta-Feira, 19 de Outubro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 20º C

Previsão de geada permanece para quinta-feira em diversas regiões de Santa Catarina

Fábio Bispo
Florianópolis

Divulgação
Formação de geada depende de tempo seco e frio

Desde a madrugada de terça (23) os termômetros de Santa Catarina marcam temperaturas médias abaixo do normal, colocando a região subtropical do país entre as mais frias do mundo. O fenômeno que chegou ao Estado com uma frente fria vinda da Patagônia já é considerado histórico como um dos invernos mais rigorosos das últimas décadas, principalmente pela incidência de neve em locais improváveis como na Grande Florianópolis e em Blumenau, e pelas fortes geadas que chegaram a todas as regiões. Na noite desta quarta-feira (23) e madrugada de de quarta as mínimas permaneceram abaixo de zero e a geada pode voltar a cair nas partes mais altas. As chances de neve são mínimas, mas não estão descartadas.

Para os próximos dias o tempo deve ficar mais seco e as variações entre máximas e mínimas devem ser maiores, com dias mais quentes e madrugadas ainda geladas, voltando gradativamente ao normal até o início da próxima semana. Na Capital, nesta quarta, as mínimas ficam entre 6 °C e as máximas não devem passar de 12 °C. Em Urupema o dia deve amanhecer sobre forte geada com temperaturas em torno de -5 °C.

As informações da Epagri para esta quinta-feira apontam possibilidade de geada em todas as regiões, com exceção do Litoral Norte, Litoral Sul e Capital. Na região Serrana da Grande Florianópolisjá na noite de ontem, a geada voltou a se formar nos pontos mais altos.

Por volta das 21h de ontem, a geada atingia municípios entre o Alto da Boa Vista (1.200m), em Rancho Queimado, e Morro da Igreja (1.822m), em Urubici. A formação de geada ainda é propícia e, segundo o observador Ronaldo Coutinho, do Climaterra, ocorre nas cidades onde as temperaturas oscilam abaixo de 0°C. O fenômeno não deve ocorrer nas áreas de instabilidade com previsão de chuva. "O tempo nublado ou chuvoso não formam geada. Nos próximos dias, a instabilidade no litoral deve dar lugar ao tempo seco e frio", finalizou Coutinho.

Na quarta, pelo menos 37 cidades registraram temperaturas negativas. Em Urupema os termômetros marcaram 7,4 °C na cidade. No alto do Morro das Antenas, a paisagem continua congelada há três dias, e a Cachoeira que Congela, continua com partes congeladas. Nesta temporada, a queda d’água não chegou a ficar completamente congelada.

Onde os termômetros marcaram abaixo de zero.

-7,4ºC: Urupema  -6,5ºC: Urubici (Morro da Igreja)  -5,9ºC: Bom Jardim da Serra  -4,9ºC: Água Doce  -4,9ºC: Três Barras  -4,5ºC: Canoinhas  -4,2ºC:Curitibanos  -4,1ºC: Painel  -4,1ºC:Caçador  -4,1ºC: Major Vieira  -3,9ºC: Papanduva  -3,9ºC: Rio Negrinho  -3,7ºC: Monte Castelo  -3,6ºC: Rio das Antas  -3,6ºC: Campo Alegre  -3,3ºC: Irineópolis  -3,3ºC: Itaiópolis  -3,2ºC: Porto União  -3,2ºC: Rancho Queimado  -3,1ºC: São Joaquim  -2,7ºC: Mafra  -2,6ºC: Joaçaba  -2,5ºC: Rio do Campo -2,4ºC: Campos Novos  -2,3ºC: Campo Belo do Sul  -2,1ºC: Novo Horizonte  -2ºC: Ituporanga  -1,7ºC: Lages  -1,6ºC: São Bonifácio  -1,3ºC: Lontras  -1ºC: Petrolândia  -1ºC: Dionísio Cerqueira  -0,6ºC: Presidente Getúlio  -0,4ºC: Corupá  -0,2ºC: Antônio Carlos  -0,2ºC: Jaraguá do Sul  -0,1ºC: São Miguel do Oeste

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade