Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Presidente da Alesc Aldo Schneider desiste de ocupar a casa do vice-governador

Em ofício enviado ao Governo do Estado em 26 de junho, o deputado Aldo agradeceu “pelo acolhimento da solicitação” e devolveu o imóvel ao Governo

Felipe Alves
Florianópolis
28/06/2018 às 21H41

A transferência da casa de vice-governador de Santa Catarina para o deputado Aldo Schneider (MDB), presidente da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina), foi revogada esta semana. Publicada no Diário Oficial de Santa Catarina em 5 de junho, a transferência da casa teve o aval do governador Eduardo Pinho Moreira (MDB). Como Moreira assumiu o governo no lugar de Raimundo Colombo (PSD), o Estado ficou sem vice-governador, e a justificativa para que Aldo ocupasse a casa seria de economia de despesas, já que o imóvel está desocupado desde abril, quando Pinho Moreira passou a morar na Casa d’Agronômica.

Deputado estadual Aldo Schneider (PMDB) - Agência AL/ND
Deputado estadual Aldo Schneider agradeceu acolhimento e devolveu o imóvel ao Governo- Agência AL/ND


Em ofício enviado ao Governo do Estado em 26 de junho, o deputado Aldo agradeceu “pelo acolhimento da solicitação” e devolveu o imóvel ao Governo. Segundo a assessoria do governador, o pedido de desistência foi protocolado em 27 de junho no Estado. Até quinta-feira (28), a revogação ainda não havia sido publicada no Diário Oficial. De acordo com a assessoria, o ato deve ocorrer até esta sexta (29). Se Aldo morasse na casa do vice-governador, esta seria a primeira vez na história que um presidente da Assembleia ocuparia o imóvel. Para isso, ele afirmou que abriria mão do auxílio-moradia pago aos deputados, no valor de R$ 4.377,73. A casa, situada no bairro Itaguaçu, tem 1.229 m². No local trabalham dois funcionários, uma faxineira e um zelador, e há segurança feita pela Casa Militar.

Sem vice-govenardor no Estado desde a renúncia de Colombo, Aldo Schneider, na posição de presidente da Alesc, é o primeiro na linha sucessória para assumir o governo em caso de ausência de Pinho Moreira. Desde que o atual governador assumiu, Pinho Moreira só se ausentou uma vez do Estado, em 15 de maio, quando viajou à Argentina. Na ocasião, o desembargador Rodrigo Collaço, presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, segundo na linha sucessória, assumiu o Governo. Naquele dia, Schneider estava de atestado médico e internado no hospital para fazer uma traqueostomia, em decorrência de um câncer.

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade