Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Prefeitura de Florianópolis tenta renegociar dívida para religar telefones em escolas

Governo municipal sugeriu parcelamento da dívida de R$ 1,3 milhão e a proposta ainda é analisada pela operadora Oi

Redação ND
Florianópolis
04/07/2017 às 12H11

A operadora Oi, que presta o serviço de telefonia em escolas e creches de Florianópolis, deverá responder até esta quarta-feira (5) se vai aceitar a proposta de parcelamento sugerida pela prefeitura para a quitação da dívida responsável por cortar os telefones fixos de creches e escolas desde o dia 25 de junho.

De acordo com a prefeitura, o governo municipal herdou uma dívida de cerca de R$ 1,3 milhão da gestão passada em serviços de telefonia. Como o pagamento integral do valor comprometeria o pagamento de outros credores, a prefeitura sugeriu uma proposta de parcelamento, que ainda está sendo analisado pela operadora.

>>Linhas de telefone são cortadas em unidades municipais de educação de Florianópolis

>> MPSC cobra solução da prefeitura para corte de telefones em creches e escolas da Capital

A prefeitura afirmou que só divulgará a proposta se for aceita pela operadora e reiterou que todas as escolas e creches municipais contam com aparelhos celulares desde que os telefones fixos foram cortados.

Independente da negociação com a Oi, a prefeitura também confirmou a realização de um processo licitatório para formalizar o serviço prestado ao governo municipal, que ainda não tem um contrato formal. A expectativa é de que até o final de semana seja concluído o termo de referência, com detalhes técnicos sobre a licitação, para que o processo seja publicado na semana que vem.

Até a publicação desta matéria, a reportagem não conseguiu contato com a empresa Oi.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade