Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Prefeitura de Florianópolis deve três anos de aluguel e IPTU de imóvel em Capoeiras

Segundo o proprietário do terreno, as dívidas ultrapassam R$ 500 mil e o município vem ignorando as tentativas de contato

Redação ND
Florianópolis
22/08/2018 às 21H00

Um terreno de 1.500 m² que funcionava como depósito de materiais para a secretaria de Segurança e Gestão de Trânsito é alvo de uma discussão que parece estar longe de ser resolvida. Tudo por causa de uma dívida que pode ultrapassar R$ 500 mil.

Terreno alugado pela prefeitura acumula dívida que ultrapassa os R$ 500 mil - Reprodução/RICTV
Terreno alugado pela prefeitura acumula dívida que ultrapassa os R$ 500 mil - Reprodução/RICTV


De acordo com o proprietário, já foram feitas várias tentativas para receber o dinheiro, mas nada foi feito. Itamar José Duarte Junior conta que tenta resolver o problema com o setor jurídico da prefeitura desde a gestão passada.

O contrato de aluguel foi assinado pelo IPUF (Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis), mas teria vencido em dezembro de 2015. Desde então, não teria sido renovado. O imóvel, situado no bairro Capoeiras, continua com a placa do IPUF.

O superintendente do IPUF reconhece que a dívida existe, mas que nestes casos só pode ser paga por meio de uma ação judicial. “De lá para cá realmente houve problemas tanto na sucessão do titular, que veio a falecer, quanto na própria prefeitura, com a transição de governo”, afirmou Ildo Rosa.

O superintendente disse ainda que o órgão tentou fazer a devolução das chaves diversas vezes, para fazer a entrega do imóvel. Já o proprietário contesta e diz que nunca foi procurado. “De lá pra cá [foram feitos] vários telefonemas e e-mails. Não respondem, é simplesmente um descaso”, garantiu Itamar. Além do problema das dívidas, o proprietário se preocupa com invasores. Segundo ele, pessoas já teriam furtado a fiação elétrica. Para ele, o próximo passo é cobrar a dívida na Justiça.

Um morador, que prefere não se identificar, confirma que há poucos dias um caminhão da prefeitura ainda retirava equipamentos do terreno.

Com informações da RICTV Record SC.

Publicidade

3 Comentários

Publicidade
Publicidade