Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Prefeito de Governador Celso Ramos pretende implantar taxa de preservação ambiental na cidade

Os valores ainda não foram estipulados

Leonardo Thomé
Florianópolis

Assim como em Bombinhas, cidade vizinha e cujas praias disputam atenção de turistas de todo o Brasil, a prefeitura de Governador Celso Ramos pretende implantar uma taxa de preservação ambiental, que cobrará um valor ainda não estipulado para pessoas e turistas que queiram visitar o município litorâneo. Diferente de Bombinhas, entretanto, o prefeito Juliano Duarte pretende efetuar a cobrança o ano inteiro e garante que os recursos arrecadados serão utilizados em ações e obras de infraestrutura, saneamento e preservação ambiental.

Joyce Reinert/ND
Duarte diz que encaminhará projeto à Câmara ainda este ano


Atualmente, Duarte afirma que está sendo feito o levantamento de campo para identificar locais com maior fluxo de veículos, de entrada e saída da cidade. Quem pagar IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) na cidade será isento da cobrança. “Nós vamos cobrar o ano inteiro porque temos a baia dos Golfinho dentro de Governador Celso Ramos, então temos um apelo ecológico muito grande. E manter tudo isso tem um custo alto para o município”, justifica, dando como exemplo a população do município, pouco mais de 16 mil habitantes, e o fluxo de turistas, que passa de 100 mil pessoas apenas na temporada.

Depois de concluir o projeto, Duarte encaminhará à Câmara de Vereadores. Segundo ele, a proposta tem aprovação de mais de 90% da população, e também contaria com a simpatia de parlamentares. Sem querer precisar uma data para a entrada em vigor da taxa, Duarte apenas garantiu que isso acontecerá este ano. “Queremos e vamos qualificar o turismo em Governador Celso Ramos”, concluiu.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade