Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Porsche anuncia primeira concessionária em Santa Catarina

Presidente da subsidiária brasileira da fabricante alemã de carros esporte de luxo esteve nesta sexta-feira em Florianópolis e confirmou showroom e oficina da marca em Florianópolis

Alessandra Ogeda
Florianópolis

No primeiro encontro de relacionamento da Porsche Brasil no país neste ano, promovido com a imprensa em Florianópolis nesta sexta-feira (12), o diretor presidente da subsidiária da marca no país, Matthias Brück, anunciou que a companhia está finalizando os últimos detalhes para abrir um ponto de venda em Florianópolis. "Provavelmente no meio do ano", comentou.

Em novembro a fabricante alemã de carros esporte de luxo apresentou a subsidiária brasileira, a primeira da América Latina, presidida por Brück. O objetivo desta nova fase da marca no país é ampliar a presença e tornar-se mais próxima dos fãs da Porsche.

Presente atualmente com concessionárias em seis cidades do país (São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Ribeirão Preto), a Porsche Brasil planeja abrir uma nova unidade em Recife em abril e, até o meio do ano, em Florianópolis.

Rosane Lima/ND
O diretor presidente da Porsche Brasil, Matthias Brück, confirmou a abertura de uma concessionária da marca de veículos esportivos de luxo em Florianópolis durante a segunda visita ao Estado

 

O endereço ainda será divulgado, mas nele vai funcionar o showroom e a oficina da marca. "Essa é uma boa notícia (abertura em Santa Catarina) porque temos vários fãs aqui", comentou Brück que esteve, nesta sexta-feira, pela segunda vez em Florianópolis no período de um mês. 

De acordo com o presidente da Porsche Brasil, o primeiro desafio da subsidiária é ultrapassar o México no volume de vendas da marca alemã - por muitos anos o Brasil esteve na frente do México na venda dos carros esportivos de luxo na América Latina, mas o país perdeu este posto há três anos. "Temos uma presença pequena no mercado e vamos continuar sendo pequenos, porque somos uma marca de desejo e por causa das taxas adicionais (para importar) que pagamos no Brasil. Mas queremos estar mais próximos dos nossos clientes", comentou. 

O peso dos impostos no Brasil faz com que um carro da Porsche por aqui custe 160% a mais do que no México, em média, segundo Brück. O veículo de entrada da marca alemã é o Macan que, no modelo 2016, custa R$ 309 mil - R$ 10 mil a menos que o modelo 2015. "Não temos como reduzir os preços por causa das taxas no Brasil, mas estamos felizes por conseguir manter eles estáveis enquanto nossos concorrentes estão aumentando (os preços)", observou. De acordo com Brück as pessoas que compram um Porsche fazem isso pela marca, por sua história e esportividade, e pelo design.

Desde o dia 29 de dezembro e até esta segunda-feira o Shopping Iguatemi de Florianópolis abriga a primeira loja conceito Porsche Pop-Up do país. No showroom estão expostos os campeões de venda no país, Macan (na versão S) e Cayenne, além de um Boxster GTS.

O presidente da subsidiária brasileira da marca alemã esteve no local que, até esta sexta-feira, havia recebido cerca de 20 mil pessoas. "Essa experiência (da loja) foi muito positiva porque atingimos não apenas o público de Florianópolis, mas os turistas de outras partes do país e de fora", observou Brück.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade