Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Ponte no bairro Vargem Grande cai e moradores tem acesso limitado

Nova ponte ainda está sendo estudada pela Prefeitura de Florianópolis

Dariele Gomes e Marina Simões
Florianópolis
24/01/2018 às 12H21

A chuva que cai intensamente em Florianópolis desde o dia 9de janeiro – o acumulado do mêsjá passa de 600 mm (a média histórica de janeiro oscila entre 150 mm e 190 mm) – continua provocando estragos que exigem muito trabalho das equipes da prefeitura. Ontem, no final da tarde, um temporal com fortes rajadasde vento provocou alagamentose quedas de árvores em várias regiões da Capital. A previsão é de mais chuva durante toda a semana. No bairro Vargem Grande, Norte da Ilha, a ponte que caiu na tarde de segunda-feira, na rua Cristóvão Campos, impede o acesso local e deixou os moradores sem abastecimento de água ontem.

Conforme a engenheira e gerente de Obras da Prefeitura de Florianópolis, Izabel Cristina de Jesus, que esteve no local na manhã de terça-feira (23), servidores fizeram a limpeza, com a retiradados escombros, e o acesso provisório para pedestres foi desativado. “A equipe não sairá de lá até que o acesso para as pessoas esteja pronto. Esperamos que a chuva não atrapalhe”, disse.

Ponte no bairro Vargem Grande despencou com a chuva - Daniel Queiroz/ND
Ponte no bairro Vargem Grande despencou com a chuva - Daniel Queiroz/ND



A terapeuta naturalista Catarina Stüpp, 51 anos, saiu cedo de casa e atravessou a ponte pelo acesso provisório para ir ao supermercado. No final da manhã, quando voltou, foi surpreendida com as máquinas trabalhando e sem ter como voltar para casa.
“Não fomos avisados, e agora, como vou voltar? Meu marido havia deixado o carro ali para fazermos a travessia a pé, mas agora sem acesso o jeito será atravessar pela água”, contou.

Numa pausa nos trabalhos das máquinas, o caseiro Luiz Pereira, 55, arriscou a travessia pelos escombros, com sua bicicleta, para, segundo ele, comprar uma mangueira para fazer alguns ajustes em casa. “No desespero de se ver trancado do lado de lá e precisando da mangueira, eu atravessei. É perigoso, mas a gente precisar fazer nossas coisas”, afirmou.

Moradores ficam sem água

Após a queda parcial da ponte, conforme a engenheira Izabel Cristina de Jesus, uma tubulação da Casan rompeu e os moradores do bairro ficaram sem abastecimento de água. A Casan, por meio da assessoria de imprensa, informou que os técnicos começaram o trabalho no início da tarde e que o abastecimento seria restabelecido de forma gradual. A previsão era de que o fornecimento de água voltasse ao normal até as 22h.

De acordo com a engenheira foi realizada uma reunião com o corpo técnico a prefeitura estuda a viabilidade do local para escolher o material da nova ponte até a manhã de hoje. “Temos mais de uma opção e queremos escolher a que for melhor e mais rápida para construir”, afirmou.

O transporte coletivo chega no local onde a ponte caiu e volta pelo mesmo caminho. Para sair de carro da Vargem Grande, a prefeitura orienta que os moradores utilizem a estrada pelo Rio Vermelho.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade