Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Ponte Hercílio Luz é usada como marca por empresas, eventos e produtos em Florianópolis

A designer Audrey Schmitz Schveitzer criou um blog que mostra o cartão postal usado de diferentes formas em cartazes e logomarcas

Felipe Alves
Florianópolis

Quando se entra na Ilha, é impossível não notá-la. Mesmo fechada há mais de 20 anos, ela é reconhecida por catarinenses e turistas, cartão-postal de Florianópolis e Santa Catarina. A ponte Hercílio Luz é um dos símbolos da cidade e, por isso mesmo, virou uma ferramenta para centenas de empresas, produtos e eventos que utilizam a ponte em suas marcas para criar ou reforçar o vínculo com a cidade. De forma mais simplificada, usando apenas algumas linhas, ou bem elaborada, com muitos detalhes, a ponte se tornou um elemento recorrente na construção de diferentes identidades visuais de marcas da cidade ou do Estado.

 

Eduardo Valente/ND
Eduardo Valente/ND
Audrey Schveitzer monitora as diferentes formas de utilização publicitária da primeira ponte

 

A designer Audrey Schmitz Schveitzer, de 29 anos, percebeu que a ponte era usada frequentemente em diferentes tipos de trabalhos publicitários. Em setembro de 2012, quando trabalhava em uma agência publicitária ela percebeu a enorme quantidade de clientes e de políticos que usavam a ponte na construção de suas marcas. “A apropriação de um símbolo coletivo para uso pessoal me deixou muito incomodada. Candidatos de diferentes partidos usavam isso, faziam da ponte um “M” para seus nomes”, explica ela.

Com isso, Audrey decidiu criar um site para mostrar as diferentes formas com que a ponte é usada na construção da identidade visual de uma marca. O resultado, segundo ela, foi inesperado: já são mais de 250 marcas diferentes reunidas no site pontemarcada.tumblr.com. “Quando acho que está acabando, recebo mais contribuições por e-mail”.

Essa apropriação de um símbolo da cidade para fins publicitários não é exclusiva de Florianópolis. Como exemplo, ela cita outros símbolos que também são usados em marcas para representar a cidade, como a torre Eiffel, a estátua da liberdade e o Pão de Açúcar. “Isso acontece em vários lugares do mundo. No Rio de Janeiro, por exemplo, o Pão de Açúcar é usado tanto para representar a cidade como também para representar o Brasil para os outros países”.

Ponte está em diferentes marcas

Marcha para Jesus, congresso de bioética, fã clube da Ivete Sangalo, restaurantes, agências de turismo, Plano Diretor de Florianópolis, associação de poker, equipe de corrida e maratonas. A ponte é usada de diferentes formas para a construção de uma assinatura visual.

Mas, segundo Audrey, esse excesso de uso de um mesmo símbolo para diferentes marcas nem sempre é positivo. “Se são serviços locais, por que reforçar a cidade como se a única coisa que Florianópolis tivesse para mostrar é a ponte? Nossa cultura é muito mais rica”. Para ela, usar a ponte é um caminho fácil, a solução mais óbvia e que nem sempre funciona para todas as marcas, projetos ou eventos. “Eles optam por se posicionar geograficamente para mostrar que pertencem a Florianópolis, mas é estranho que isso seja o mais importante. Não digo se é certo ou errado, mas é preciso fazer um estudo para construir uma marca. É difícil e complexo criar uma identidade visual para uma empresa, pois é necessário mostrar os valores, os objetivos e o público-alvo de cada uma”.

Quando comprou uma lavanderia no Centro da cidade, há cinco anos, Ana Paula Bernardo primeiro escolheu o nome da empresa: Ilhasol Lavanderia. Depois, pediu para uma empresa de publicidade criar a marca. “Eles procuraram algo relacionado ao nome, por ter ligação com a Ilha e com a cidade”, explica ela.

Um dos primeiros a usar a ponte em marcas

O artista plástico George Peixoto, de 74 anos, foi um dos primeiros a usar a ponte Hercílio Luz como símbolo, na década de 1970. Ex-diretor de arte da Propague, ele estima que tenha usado a ponte em mais de dez marcas diferentes durante sua carreira.

A criação mais marcante, segundo Peixoto, foi para a prefeitura de Florianópolis, na década de 1980. “Usei bastantes cores e traços simples e foi uma marca que deu muito resultado, que até hoje é reconhecida, usada em camisetas e chaveiros”.

George explica que a ponte sempre foi muito utilizada em marcas pela representatividade que tem para Florianópolis. “É um símbolo importante da cidade, que sempre foi muito utilizado, mas parece que nos últimos 10 anos houve uma febre”, diz ele. 

Visite o tumblr: pontemarcada.tumblr.com

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade