Publicidade
Terça-Feira, 21 de Agosto de 2018
Descrição do tempo
  • 16º C
  • 11º C

Polícia cumpre três mandados de prisão contra suspeitos de matar vigilante em Palhoça

Um quarto suspeito também teve ordem de prisão decretada, mas está foragido

Redação ND
Florianópolis
19/04/2018 às 12H12

Policiais civis e militares cumpriram nesta quarta-feira (18) mandados de prisão temporária contra três suspeitos de terem matado o vigilante Sidnei Brittes Goulart, em Palhoça, no final de março. Um quarto suspeito ainda está sendo procurado.

O corpo do vigilante foi encontrado no dia 29 dentro do porta-malas de um Nissan Kicks roubado e que estava abandonado no bairro Jardim Eldorado. A vítima, que trabalhava no Fórum de Palhoça, apresentava ferimentos provocados por arma de fogo.

Durante as investigações, as equipes da Divisão de Investigação Criminal de Palhoça conseguiram identificar o local exato onde Sidnei sofreu os disparos. O crime ocorreu no bairro Frei Damião, onde vários cartuchos de pistola foram encontrados e recolhidos pelo IGP (Instituto Geral de Perícias).  

Os trabalhos investigativos da Polícia Civil contaram com troca de informações com policiais militares e a Inteligência do Deap (Departamento de Administração Prisional), assim como dados da perícia técnica, levando a quatro nomes suspeitos.

Francisco Luiz Pinheiro foi preso no bairro Campeche, em Florianópolis, enquanto Vinício Emanuel Ferreira da Silva, conhecido como Cérebro, teve sua prisão cumprida por policiais do 16º Batalhão, de Palhoça. Já Gustavo da Rocha Menezes Salum, de apelido Dancinha, teve sua prisão temporária cumprida no Complexo Penitenciário de São Pedro de Alcântara. O quarto suspeito continua foragido.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade