Publicidade
Quarta-Feira, 16 de Janeiro de 2019
Descrição do tempo
  • 32º C
  • 23º C

Pedido de cancelamento de concessão ganha força na Grande Florianópolis

Rafaella Martins
Florianópolis

A insatisfação dos prefeitos da região metropolitana com o trabalho da Autopista Litoral Sul parece ter contagiado os demais município. Na próxima quarta-feira, em reunião organizada pela GRANFPOLIS (Associação dos Municípios da Região da Grande Florianópolis), representantes dos 23 municípios estarão reunidos para formalizar o documento que solicitará o cancelamento do contrato com a concessionária. O documento será encaminhado ao Ministério Público e ao Ministério dos Transportes.

O pedido começou a ser discutido durante o encontro do COMDES (Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis), na tarde da última sexta-feira, 10. Indignado com a falta de transparência da concessionária e a inércia da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) na cobrança pelo cumprimento dos prazos, o prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Junior, levantou a questão. “Esperávamos ouvir algo novo, porém o que vemos é que ANTT e Autopista estão de conluio para embargar essa obra”, comentou Cesar na ocasião.

Na ocasião o prefeito licenciado de Biguaçu, José Castelo Deschamps, que em diversas ocasiões já criticou a postura da concessionária e da ANTT endossou o coro dos insatisfeitos com as constantes irregularidades cometidas, como atraso no início das obras do contorno viário da Grande Florianópolis e não execução de obras complementares como viadutos e passarelas ao longo da rodovia.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade