Publicidade
Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 19º C

Papa almoça com necessitados e diz que omissão com pobres é pecado

Na homilia realizada na Basílica de São Pedro, acompanhada por cerca de 7 mil pessoas, o pontífice condenou a omissão com os mais necessitados.

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
19/11/2017 às 17H08

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Papa Francisco celebrou uma missa e ofereceu um almoço no Vaticano pelo primeiro Dia Mundial dos Pobres neste domingo (19) —a data foi instituída por ele. Na homilia realizada na Basílica de São Pedro, acompanhada por cerca de 7 mil pessoas, o pontífice condenou a omissão com os mais necessitados.

"E a omissão é também o grande pecado contra os pobres. Aqui assume um nome preciso: indiferença. Esta é dizer: 'Não me diz respeito, não é problema meu, é culpa da sociedade'", disse o líder religioso

"É passar ao largo quando o irmão está em necessidade, é mudar de canal, logo que um problema sério nos indispõe, é também indignar-se com o mal mas sem fazer nada", completou.

Francisco também afirmou que reza pela tripulação do submarino argentino que está desaparecido desde quarta (15).

ALMOÇO COLETIVO

Após a celebração, o papa recebeu 1.500 pessoas em situação de necessidade, entre eles sem-teto, imigrantes e desempregados, na Sala Paulo VI para um almoço. Foi servido nhoque, vitelo e tiramisu. Eleito em 2013, o papa escolheu o nome Francisco para assumir a igreja católica. Na tradição da religião, Francisco é o nome do santo considerado o protetor dos pobres e dos animais.

Segundo a agência de notícias AFP, foi aberta uma clínica média gratuita na praça de São Pedro. O intuito é atender a população de rua de Roma.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade