Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Udesc divulga nota de repúdio contra página no Facebook que ridiculariza alunas

Perfil compartilha fotos com legendas ofensivas

Beatriz Carrasco
Florianópolis

Atualizada às 19h39.

Uma página no Facebook criada recentemente está causando polêmica nas redes sociais pelo conteúdo misógino e preconceituoso. Com o nome Udesc Laguna, as fotos de apresentação têm a frase “As Gordas da Udesc”, e o perfil tem compartilhado imagens de estudantes com legendas ofensivas. Segundo porta-voz da universidade, o autor ainda não foi descoberto, mas uma comissão irá avaliar as medidas a serem tomadas ainda nesta segunda-feira (24). Ainda nesta noite, a direção divulgou nota de repúdio.

 

Facebook/Reprodução/ND

 

Entre as postagens está a foto de três mulheres com coletes salva-vidas, com a descrição: “as medonhas da Eng da Pesca. kkkkkkkkkk uma magrela e as duas orcas que se acham magrinhas na faculdade, vão se exergas (sic) vão suas gordas. Kkkkkkkkkkkk catinguentas a peixe!!”

“Isso nunca aconteceu antes. É inadmissível que ocorra em um ambiente que foi criado para o conhecimento, e não para ignorância”, disse Renata Rogowski, professora do curso de Arquitetura e Urbanismo e membro do Juntos, grupo interno voltado para a educação para a diversidade. Formado por representantes de todos os segmentos da universidade, o Juntos promove iniciativas de conscientização e trabalha com conflitos que envolvam questões de sexualidade, gênero, entre outras.

De acordo com Renata, a direção teve conhecimento sobre a página nesta segunda, por isso haverá reunião durante esta tarde com o diretor geral do centro e com membros do Juntos, para decidir as medidas cabíveis. “Várias pessoas denunciaram a página e parece que o Facebook respondeu que, na visão deles, não era nada demais. Mas a pessoa usou o nome da Udesc Laguna, então vamos registrar um boletim de ocorrência em relação a isso”, finalizou a professora.

:: Abaixo a nota oficial da Udesc

NOTA DE REPÚDIO

Tomamos conhecimento, nesta segunda-feira, de uma página em rede social vinculando conteúdo misógino e preconceituoso ao nome de nosso Centro. Diante do ocorrido, registramos Boletim de Ocorrência (n. 391-2015-04456) na Delegacia de Polícia Civil de Laguna, que irá proceder investigação para apurar a identidade por trás do perfil para que sejam aplicados o Regime Disciplinar da UDESC e a legislação penal brasileira.

Comunicamos à toda comunidade acadêmica que repudiamos a forma como nossas alunas foram expostas por esta página e nos comprometemos a apoiá-las no que for necessário. Principalmente, pedimos que não se deixem abater pela miséria de pensamento exposta em tal página, que, em nada, se compara ao brilho que vocês têm em suas vidas.

Desde a criação do Juntos - Grupo de Apoio em Educação para a Diversidade, manifestamos que compactuamos com a livre expressão de ideias, mas que qualquer atitude interna ao centro que ferisse a dignidade humana não seria tolerada. Neste espaço, não se admite qualquer tipo de opressão ou violência de gênero, classe, sexualidade. Em um momento em que o acesso à universidade pública torna-se progressivamente mais democrático, qualquer tipo de preconceito diante da diversidade é um retrocesso, uma ignorância histórica.

A razão de ser de nosso Centro é construir e irradiar conhecimento para tornar a vida das pessoas melhor. A Universidade se faz do diálogo de ideias, um diálogo em que é fundamental IR ALÉM DAS APARÊNCIAS.

Por fim, EXIGIMOS que a página seja imediatamente desvinculada do nome de nosso Centro, e, por questão de escrúpulos, apelamos para que seja deletada da rede.

Com indignação, mas perseverante,

Direção Geral do CERES-UDESC

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade