Ana
Entao, o problema do HR é que é igual coraçao de mae, sempre cabe mais um. Nao tem UPA suficiente nas redondezas e qq dor de cabeça, de dente, diarreia, o povo vai para là. Ai superlota, se vc chega na emergencia do HU tem um cartaz bem grande, dizendo que sò tem um medico, entao, ou estais morrendo ou vai para UPA. O regional nao, uma vez conversei com a responsavel e perguntei pq a triagem nao era mais eficiente. Ela me disse que diferente de Florianopolis, SJ tinha um atendimento de base muito precario, e muitas vezes é a unica alternativa da populaçao, que trabalha o dia td, nao encontra medico nos postos de saude, que digamos de passagem se vc chegar na parte da tarde quase riem da sua cara, ou madruga ou nao é atendido. Para a populaçao resta somente ir ao Regional, os recursos nao aumentam, nem o espaço fisico, por isso a superlotaçao. Trabalhei la dentro e posso garantir a qq contribuinte, de tds os hospitais que rodei em SC, o Regional è o unico que aproveita cada centavo publico que chega là, espremem atè o caroço, mas a demanda é grande... infelizmente.