Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Os caminhos mais belos da Costa Esmeralda, em Santa Catarina

Praias limpas, cozinha típica e paisagem deslumbrante são uma opção para quem quer fugir do agito das praias tradicionais

Marcos Horostecki
Florianópolis
Janine Turco
Para se divertir e comer bem na Costa Esmeralda

 

Quem conhece já sabe: peixe bom tem na praia do Araçá. História de pirata, na praia do Caixa d’aço. Ostras e mariscos, em Zimbros e Mariscal. Tudo bem barato e de boa qualidade. Mas que tal um restaurante tipo “pé na areia”? No Canto Grande tem. É lá no mar de dentro, onde as águas são calmas e ideais para o lazer com a família.

Se você procura praias alternativas, bonitas e ainda pouco badaladas, se comparadas aos roteiros tradicionais, Porto Belo e Bombinhas, no Litoral Norte do Estado, reservam lugares únicos, com belas praias pouco disputadas, mesmo nos dias mais quentes do verão. Basta ter um pouco de paciência e curiosidade para se surpreender com cenários de tirar o fôlego. Como o que pode ser visto do mirante do estaleiro, a cerca de seis quilômetros do centro de Porto Belo. Um lindo paredão de pedras castigado pelas ondas azuis do Oceano Atlântico.

Antes de chegar ao mirante, que fica logo depois da entrada para a praia do Estaleiro, o visitante tem como opções as praias do Araçá e do Caixa d’aço. Estaleiro e Caixa d’aço são consideradas de acesso difícil, mas a caminhada sempre compensa.

Nas praias, além da areia branca e da água morna e cristalina, as histórias sobre piratas e corsários anteriores aos espanhóis e portugueses estão na ponta da língua dos nativos. “Meu bisavô encontrou dobrões de ouro e moedas de prata debaixo da casa dele”, conta a comerciante Salete Jacinto, 50 anos, que vende lanches na praia do Caixa d’aço. Ela diz passou a infância ouvindo as histórias sobre os piratas e seus tesouros. “Mas não achei nenhum, continuo aqui, vendendo meus lanches”, brinca.

A praia do Caixa d’aço é considerada um porto natural. Fica escondida pela Ilha de Porto Belo e tem o desenho parecido com o de uma caixa, que no passado servia para esconder as naus dos navegadores. Seu batismo é atribuído ao almirante português Robert MacDouall, em 1777.

A água calma da Caixa d´aço abriga também bares flutuantes, que são bastante procurados no verão. Para chegar até eles basta procurar os pescadores locais, que estão sempre disponíveis para levar os turistas para um tour pelas praias da região, nesta época do ano.

Gastronomia e passeios com pescadores

Janine Turco
Lugares paradisíacos


 

Se o visitante procura por um passeio, por um bom peixe ou mesmo por uma pescaria completa, um dos melhores lugares de Porto Belo é a praia do Araçá. Os pescadores Ivanésio Marques, 48 anos e Silvano Antonio da Silva, 35 anos, contam que, para manter a praia preservada, os próprios moradores promovem mutirões de limpeza. “Tudo para deixar bonito para os turistas”, garantem.  “Aqui não tem esgoto na praia, a água é quente e cristalina”, continuam.

A vila em torno da praia é formada quase que integralmente por pescadores. No verão eles tiram férias do mar para colocar os barcos à disposição dos turistas. Um passeio de duas horas para até 10 pessoas sai por R$ 100 reais. “E nossos barcos estão todos arrumados e fiscalizados pela Marinha”, garantem. Os amantes da pesca esportiva também podem vir. Quem quiser, ganha até aula.

Duas opções no Canto Grande, mar calmo ou surfe

O pôr do sol mais bonito das praias do Estado os nativos garantem que pode ser visto no Canto Grande, outra pequena vila de pescadores de Bombinhas que por estar sobre um istmo – uma porção de terra que avança para o mar, oferece duas opções de praia: o mar de dentro, com águas calmas, propícias para o banho de mar com a família e o mar de fora, com ventos e ondas ideais para a prática do jacaré e do surfe.

No mar de dentro podem ser encontradas opções de restaurantes do tipo “pé na areia”, que são um convite ao relax com a família. Uma das opções é a Petiscaria Tatuíra, que tem ambientes ao nível da praia e na própria praia e oferece um cardápio variado com frutos do mar.

Já no mar de fora, de frente para o oceano atlântico, a praia de areias brancas é recheada de charmosas pousadas, que associam o conforto à beleza do lugar. A tranquilidade do local é mais que um atrativo. É um convite para um final de semana de descanso, ouvindo o vento soprar e as ondas batendo na areia.

Dicas

Transporte para os Bares Flutuantes no Caixa d’aço (47) 9135-0741

Passeios e cruzeiros de pesca na praia do Araça (47) 9184-9957

Preços: R$ 100,00 (até 10 pessoas)

 
Cruzeiro de Pesca: R$ 30,00/h

Passeios com Barco Pirata até a Caixa d’aço (47) 3268-3145

Preços: R$ 35,00 por pessoa

Crianças acima de 5 anos: R$ 20,00

Mariscos em Zimbros

Ostras: R$ 6,00 a dúzia

Mexilhões: R$ 2,00 o quilo

Hotel com serviços premium

Refúgio do Estaleiro (47) 3369-8282

Pousada Jardim do Porto (47) 3369-4040

Pousada Canto Grande (47) 3393-4324

Pousada Mariane (47) 3393-3824

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade