Publicidade
Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 17º C

Nuvem de cinzas do vulcão chileno avança rumo a Santa Catarina

Rio Grande do Sul já recebe a nuvem, que cancelou até o momento mais de 40 voos internacionais

Redação ND
Florianópolis
Nasa/Divulgação/ND
Imagem de satélite da Nasa mostra coluna de fumaça e nuvem de cinzas do vulcão

Uma nuvem de cinzas do vulcão chileno Puyehue, que entrou em erupção no último final de semana, atingiu o Rio Grande do Sul na manhã desta terça-feira e avança rumo ao Oeste de Santa Catarina. A nuvem já gerou o cancelamento de 43 voos da companhias aéreas TAM e Gol, entre o Brasil e Buenos Aires (Argentina), Montevidéu (Uruguai), Santiago (Chile) e Assunção (Paraguai).

Segundo o meteorologista Marcelo Seluchi, do Cptec/Inpe (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), o fenômeno é visto apenas por imagens de satélite devido às chuvas intensas na região Sul do Brasil.

De acordo com ele, a nuvem é carregada por ventos vindos do Sudoeste, que devem continuar nesta semana. Para o meteorologista, a chegada das cinzas pode causar mais transtornos nos aeroportos, já que a nuvem está localizada na altura utilizada pela navegação aérea.

 

Divulgação/ND

 

A nuvem de cinzas se aproximou do Brasil pela região de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. A previsão, no entanto, é que ela também atinja outras áreas do Sul do país. Segundo o meteorologista do Inmet-RS (Instituto Nacional de Meteorologia) Flávio Varone, que monitora algumas imagens na região, a nuvem já avança sobre o oeste do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

"Mas, como está com muitas nuvens de chuva no Estado, as pessoas não vão perceber que há essa nuvem do vulcão", afirma.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade