Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Nova ala do Cepon começa atendimento com sete cirurgias de alta complexidade, na Capital

Espaço começou a funcionar nesta segunda-feira (18), com equipes realizando cirurgias em pacientes com câncer desde as 7h

Redação ND
Florianópolis
18/06/2018 às 13H08

Na manhã desta segunda-feira hoje (18), começou a funcionar a nova ala do Cepon (Centro de Pesquisas Oncológica), em Florianópolis. Desde as 7h, equipes estão em atendimento para quatro procedimentos no período da manhã e mais três no período da tarde. São sete cirurgias de alta complexidade em pacientes com câncer.

“Hoje o Cepon passa a ser realmente um centro de alta complexidade referência para o tratamento do câncer em Santa Catarina. É um marco na história do Cepon, uma vez que nós vamos ter a resolutividade de todas as etapas de tratamento para o paciente, incluindo a cirurgia de alta complexidade, com equipe especializada e as melhores técnicas disponíveis para o tratamento desses pacientes”, comemora Maria Tereza Schoeller, diretora geral do Cepon.

Equipes estão em atendimento desde as 7h desta segunda-feira - Julio Cavalheiro/Secom
Equipes estão em atendimento desde as 7h desta segunda-feira - Julio Cavalheiro/Secom


Mais atendimentos

A nova unidade abriga quatro salas de cirurgia, 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), cinco leitos de recuperação pós-anestésica, 18 leitos de internação pós-operatória, além de uma Central de Materiais Esterilizados (CME). Com o início da utilização desse espaço, as possibilidades de atender mais pessoas também se concretizam. O atendimento realizado no Cepon de Florianópolis passa a ser uma referência para os outros municípios.

“Isso é histórico na vida dos catarinenses, na vida do Cepon. O Governo do Estado de Santa Catarina entregou essa ferramenta importantíssima, com uma equipe super capacitada. Com atendimento humanizado, nós buscamos, cada vez mais, dar dignidade ao povo catarinense. A partir daqui nós vamos lastrar pra toda Santa Catarina um protocolo único, realmente eficaz”, afirmou Acélio Casagrande, secretário do Estado da Saúde.

Segundo o Governo do Estado, até o fim do ano o Cepon conseguirá realizar 200 cirurgias por mês no novo centro, com capacidade de até 10 cirurgias por dia.

“A oncologia é uma das áreas em que nós estamos investindo com muita força, eficiência e rapidez, fazendo com se atendam as pessoas o mais rápido possível. Na oncologia, quanto mais rápida a resposta a um procedimento, mais rápido o paciente tem chances de ser curado, por isso sabemos da importância de todo o tratamento ser feito pelo Cepon”, disse o secretário de Saúde.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade