Publicidade
Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 19º C

Neve artificial e árvore que aceita pedidos destacam decoração de Natal de São José

Centro Histórico se transformou em ponto de encontro de milhares de pessoas, todas as noites

Brunela Maria
São José
09/12/2017 às 07H51

As máquinas de neve artificial instaladas na praça Hercílio Luz, no Centro Histórico de São José trouxeram de Florianópolis as professoras Jessica Pereira, 30 anos e Priscila Bregeron, 32, junto com os filhos, Elen, de 3, Shofia de 6 e Isabela de 4 anos. O passeio em meio aos flocos de gelo e as milhares de lâmpadas coloridas terminou com uma certeza: tanto as mães quanto as crianças pretendem voltar pelo menos mais uma vez. Querem curtir um pouco mais do Natal Encantado, sua programação cultural e as atrações espalhadas pela cidade e que desde a última semana tem atraído milhares de pessoas às ruas, todas as noites.

“Para as crianças foi uma grande surpresa. Elas ficaram encantadas”, garantiu Priscila. Para ela a tradição dos enfeites, tanto em casa quanto nas ruas, contribui em muito para que as crianças entrem no clima do Natal. “Nós percorremos todos os cantos da Praça e está muito bonito. Quando voltar quero trazer minha mãe e meu pai”, continua Jessica.

Moradores de Potecas, Ivone e Felipe Silva disseram que a decoração superou a de anos anteriores - Marco Santiago/ND
Moradores de Potecas, Ivone e Felipe Silva disseram que a decoração superou a de anos anteriores - Marco Santiago/ND


Para o casal Ivone Schultes Silva, 29 e Felipe Silva, 32, moradores de Potecas, em São José, a decoração está muito melhor que a de anos anteriores. “As crianças ficaram fascinadas, correndo e brincando, ficou muito bom”, avaliou Ivone.
A neve artificial também foi o que mais agradou os três netos de Graziela Rocha, 50 anos, Orlando Muniz, 54. Eles também vieram de Florianópolis para ver como ficou o Centro Histórico, que para eles é uma das principais atrações da região.

No Centro Histórico, as luzes nas árvores e em bolas e presentes gigantes, que permitem que as famílias entrem nelas para fotografar, realçam a beleza da arquitetura do casario açoriano. Além disso, por se tratar de uma praça, os pais ficam mais tranquilos quanto à segurança dos filhos. “Eles chegaram aqui e saíram para brincar. Felizes com as luzes e com o passeio”, acrescenta Graziela.

Para Graziela e Orlando o Centro Histórico é o destaque da região - Marco Santiago/ND
Para Graziela e Orlando o Centro Histórico é o destaque da região - Marco Santiago/ND


Além das luzes, bolas e presentes, é no Centro Histórico que está instalado o Presépio em tamanho natural, com peças criadas pela Escola de Oleiros Joaquim Antônio de Medeiros. “É uma releitura do presépio principal, que procurou retratar a simplicidade do Natal e do nascimento de Jesus na Olaria”, diz a diretora da escola, Heloisa Souza.

Segundo a superintendente da Fundação de Cultura e Turismo, Joice Porto, o trabalho artístico exprime a simplicidade do presépio natalino e estimula a sensibilidade no olhar daqueles que visitarem os espaços. “Quem visitar o presépio perceberá que o Menino Jesus está sendo gerado no ventre de Maria e seu nascimento será evidenciado no dia 24 de dezembro dentro do presépio”, comenta.

Interatividade na Beira-Mar

Quem for até a avenida Beira-Mar de São José, outro ponto especialmente decorado para o Natal, poderá interagir com árvores acionadas pela energia gerada a partir de bicicletas ou simplesmente quando é feito um pedido. Os visitantes se revezam para ver por quanto tempo conseguem manter as luzes acessas e se espantam quando a árvore de 23 metros, a maior da decoração natalina deste ano, reage aos pedidos recebidos.
Na avenida central do Kobrasol, a iluminação instalada deixou os passeios noturnos mais agradáveis, contribuindo com as vendas de Natal do comércio.

A Beira-Mar será palco neste sábado, às 17 horas, da chegada do Papai Noel, em meio à uma edição especial do projeto Beira-Mar em Movimento. O Centro Histórico recebe Papai Noel na noite deste domingo, a partir das 18h30. O ponto alto da programação cultural é a apresentação da Camerata de Florianópolis, na Igreja Matriz no Centro Histórico. O evento será na próxima terça-feira, dia 12.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade