Publicidade
Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 17º C

Mutirão de moradores implanta horta e composteira coletiva em Jurerê Internacional

Foram montados 12 m² de canteiros elevados, quatro para plantas medicinais e três maiores para hortaliças

Redação ND
Florianópolis
10/07/2018 às 20H53

Cerca de 20 pessoas participaram de um mutirão na manhã desta terça-feira (10) em Jurerê Internacional para a implementação de uma composteira coletiva e horta sintrópica na área Pé de Fruta. Foram montados 12 m² de canteiros elevados, quatro para plantas medicinais e três maiores para hortaliças.

Moradores de Jurerê Internacional montaram a horta área da horta em área cedida pelo poder público para associação de moradores - PMF/Divulgação/ND
Moradores de Jurerê Internacional montaram a horta área da horta em área cedida pelo poder público para associação de moradores - PMF/Divulgação/ND


A ação foi realizada pela Ajin (Associação de Proprietários e Moradores de Jurerê Internacional) e teve suporte do Programa Municipal de Agricultura Urbana da prefeitura de Florianópolis. A primeira experiência nesse sistema de horta e compostagem tubular está em operação na Tapera desde o ano passado.

A área da horta e compostagem foi cedida pelo poder público aos cuidados da associação. O sistema inclui duas composteiras em tubos circulares, com capacidade de 300 litros cada, em modelo desenvolvido pela Comcap, para entrega e recuperação de resíduos orgânicos. “A essência do que fazemos aqui é valorizar os resíduos orgânicos, desviando-os do aterro sanitário. Isso pode ser feito em casa também, é muito salutar, não dá cheiro e é barato”, disse o presidente da Comcap, Carlos Alberto Martins.

Durante a prática de preparação dos canteiros, Francisca Daussy, representante da Saúde no Pmau (Programa Municipal de Agricultura Urbana), comentou sobre os ganhos para a pessoa que manuseia o composto orgânico. “Ganha-se anticorpos, previne-se doenças, além de servir para esquentar”, divertiu-se.

O grupo aproveitou para trocar informações sobre cultivo de plantas e destinação dos resíduos. Casca de ovos nos canteiros para evitar lagartas, aconselhou Silvane do Carmo, da Floram. Água de leite para prevenir colchonilha, recomendou o diretor de Pesca, Maricultura e Agricultura, Fábio Faria Brognoli. A água com que se lava o saquinho de leite antes de encaminhar para a coleta seletiva da Comcap pode ser dispensada nos vasos e canteiros para evitar a praga.

O Pmau é desenvolvido pela Secretaria de Saúde, Floram, Superintendência de Pesca e Agricultura e Comcap. Ele opera de forma integrada à implantação de hortas urbanas e de valorização de resíduos orgânicos por meio de compostagem comunitária e institucional.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade