Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Morre aos 73 anos Joël Robuchon, eleito o chef do século

Chef francês era dono de 32 estrelas do Guia Michelin e referência na gastronomia mundial

Folha de São Paulo
São Paulo (SP)
06/08/2018 às 19H30

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O chef francês Joël Robuchon morreu nesta segunda (6), aos 73 anos, em Genebra (Suíça), onde residia. De acordo com o jornal Le Figaro, a causa da morte foi um câncer no pâncreas, contra o qual ele lutava há mais de um ano.

Joël Robuchon residia na Suíça e lutava contra um câncer no pâncreas - Divulgação/ND
Joël Robuchon residia na Suíça e lutava contra um câncer no pâncreas - Divulgação/ND


Apesar de já estar afastado há algum tempo das panelas, Robuchon era uma das grandes celebridades na gastronomia e foi eleito o "chef do século" em 1989, pelo prestigiado Guia Gault Millau. Ao longo da carreira, também acumulou 32 estrelas do Guia Michelin. Também era mundialmente reconhecido por fazer o purê de batatas perfeito.

Nascido em Poitiers, na França, em 1945, ano do fim da Segunda Guerra Mundial, Robuchon foi operado no ano passado para tentar remover um tumor no pâncreas.

"O maior profissional que a cozinha francesa já teve. Um exemplo para as futuras gerações de chefs'", descreveu no Twitter Guillaume Gómez, chef do Palais de l'Élysée, residência oficial do Presidente da França.

O chef Alex Atala, que também já citou Robuchon como referência, postou uma foto dos dois juntos em sua conta no Instagram com a palavra: "Merci".

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade