Publicidade
Terça-Feira, 23 de Outubro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Moradores são multados em R$ 2,1 milhões por ocupar área de preservação em Florianópolis

Pelo menos 17 moradores foram autuados, duas casas e muros de três terrenos foram derrubados

Redação ND
Florianópolis
18/09/2018 às 19H44

Uma ocupação irregular com 17 casas em Área de Preservação Permanente na Barra do Sambaqui, no Norte da Ilha, foi alvo de operação conjunta da Estação Ecológica de Carijós/ICMBio, Polícia Militar, Celesc e Prefeitura Municipal de Florianópolis, nesta terça-feira (18). Somadas, as multas aos moradores ultrapassam os R$ 2,1 milhões. Ao menos duas casas, uma de alvenaria e outra de madeira, que ainda estavam em construção foram demolidas. Os muros que cercavam outros três terrenos ainda não ocupados também foram demolidos. 

Operação em ocupação irregular na Barra do Sambaqui - Fotos: Polícia Militar
Operação em ocupação irregular na Barra do Sambaqui - Fotos: Polícia Militar

Segundo a ICBio, uma das residências derrubadas havia sido construída sobre um curso d'água. Dentre as irregularidades autuadas constam loteamento clandestino, corte de vegetação de mata atlântica e construção em áreas de preservação permanente. 

Além das demolições, os órgãos arrancaram 14 postes irregulares que estariam furtando energia de um poste de iluminção pública da rua, que fica há 100 metros de distância da ocupação. A situação, além de configurar crime, representa, segundo os órgãos públicos, riscos para os ocupantes, podendo causar acidentes graves devido à sobrecarga da rede.

Ocupação irregular na Barra do Sambaqui - Polícia Militar/Divulgação
Ocupação irregular na Barra do Sambaqui - Polícia Militar/Divulgação



Publicidade

11 Comentários

Publicidade
Publicidade